Reprodução Twitter Guarani
Reprodução Twitter Guarani

Além de Baraka, Guarani espera apresentar mais dois reforços para a Série B

Após um bom início, equipe caiu de produção e se afastou da briga pelo acesso

Estadão Conteúdo

15 de setembro de 2017 | 19h08

Com mais de 100 jogos vestindo a camisa da Ponte Preta, o volante Baraka está de volta a Campinas, mas o seu destino não é o estádio Moisés Lucarelli. O jogador chegou nesta sexta-feira ao Brinco de Ouro, foi avaliado pela comissão técnica e assinou contrato com o Guarani para a sequência do Campeonato Brasileiro da Série B. O clube ainda espera apresentar mais dois reforços até segunda-feira: um zagueiro e um atacante. Nomes, porém, são mantidos em sigilo.

O volante de 31 anos já treinou com o restante do elenco e a contratação foi oficializada. Como o período de inscrições de novos atletas se encerra no dia 18 de setembro, próxima segunda-feira, a diretoria precisa agir rápido para regularizar a situação.

Andrés Fernandes Gonçalves, o Baraka, possui grande experiência no futebol paulista. O jogador já vestiu as cores de Penapolense, Linense, Oeste, Flamengo de Guarulhos, Mogi Mirim, Mirassol, além de clubes do cenário nacional como Ceará, Coritiba, Criciúma e Figueirense.

Apesar de ter rodado bastante, o time com o qual mais se identificou e passou mais tempo foi justamente a Ponte Preta, rival do Guarani. Com a camisa alvinegra, Baraka fez mais de 100 jogos, conquistou o acesso à Série A em 2014 e foi vice-campeão da Sul-Americana em 2013. O último clube do volante foi o Santo André, pelo qual disputou o Campeonato Paulista. Deve, portanto, precisar de tempo para entrar em forma.

Depois do empate com o Boa , por 2 a 2, em Varginha, o Guarani volta a campo na próxima terça-feira diante do Paraná, no Brinco de Ouro, em Campinas, pela 25.ª rodada, às 21h30. O time campineiro soma 33 pontos, em 10.º lugar, e pode perder uma posição até o final da 24.ª rodada.

Tudo o que sabemos sobre:
Guarani Futebol Clubefutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.