Alemães comemoram, mas ficam apreensivos com defesa

O atacante alemão Miroslav Klose, autor de dois gols na vitória por 4 a 2 sobre a Costa Rica, no jogo de abertura da Copa do Mundo, comemorou o placar expressivo de sua seleção, mas lamentou também o comportamento defensivo da Alemanha. "Já tinha imaginado esta manhã que as coisas seriam assim. Este tipo de jogo sempre é difícil. Mostramos efetividade no ataque, mas perdemos bola de forma boba e sofremos dois gols", disse Klose, ao término do confronto. "Precisamos reagir mais rapidamente quando perdemos a bola, e buscar uma apresentação mais compacta. Hoje nos abrimos muito", completou o atacante alemão. De acordo com o técnico da Alemanha, Jürgen Klinsmann, é normal cometer erros em uma partida nervosa como esta, mas confessou que gostaria que seu time não sofresse os gols que sofreu. "Conseguimos imprimir nosso jogo, mas vacilamos em alguns momentos que podem ser cruciais em uma partida", falou o treinador. Pelo lado da Costa Rica, o outro goleador da partida, Paulo Wanchope, que também marcou dois gols, não achou a derrota um resultado tão ruim: "Mesmo perdendo, nosso time jogou bem e nós não desistiremos de nosso objetivo de nos classificar para a próxima fase da Copa. Esta partida mostrou que temos força para buscar a vaga. Seguimos acreditando", concluiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.