EFE/ Martial Trezzini
EFE/ Martial Trezzini

Alemanha é escolhida como sede para a Eurocopa 2024

Competição reunirá 24 seleções e terá 51 partidas, disputadas em 10 estádios

Estadão Conteúdo

27 de setembro de 2018 | 11h25

A edição de 2024 da Eurocopa vai ser realizada na Alemanha. Nesta quinta-feira, o país foi escolhido como anfitrião do torneio continental de seleções em votação dos membros do Comitê Executivo da Uefa e que também contou com a participação da Turquia, derrotada por 12 a 4. A definição se deu em Nyon, na Suíça, sede da entidade continental.

O resultado da votação não causa surpresa, pois a Alemanha era considerada ampla favorita a ser escolhida para sediar a Eurocopa de 2024, especialmente pela sua experiência em organizar eventos internacionais de grande porte com sucesso, como a Copa do Mundo de 2006, além da edição de 1974, e do Mundial Feminino de 2011.

Já a Turquia voltou a fracassar em sua tentativa de receber a Eurocopa. O país já havia tentado e perdido as eleições para sediar as edições de 2008, 2012 e 2016 do torneio, nunca tendo recebido uma competição de peso no cenário do futebol mundial. "Toda decisão democrática é a decisão certa", disse o presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, que tem o presidente da Federação Alemã de Futebol, Reinhard Grindel, como um dos seus principais aliados.

A Eurocopa tem sido lucrativa financeiramente, ajudando a Uefa a obter os recursos necessários para financiar as federações nacionais - são 55. Há dois anos, o torneio de 24 seleções, realizado na Europa, registrou receita de 2 bilhões de euros (aproximadamente R$ 9,4 bilhões). E o lucro da Uefa acabou sendo de 850 milhões de euros (R$ 3,98 bilhões).

Na edição de 2024 da Eurocopa, que contará com 51 jogos, esses números poderão ser ainda maiores, pois a Alemanha prevê a venda de mais 400 mil ingressos em relação ao torneio de 2016. E a sua proposta também indicava mais de 300 mil lugares disponíveis em comparação aos ofertados pelos turcos.

A Alemanha prevê a realização da Eurocopa em dez sedes: Berlim, Munique, Dortmund, Gelsenkirchen, Stuttgart, Hamburgo, Dusseldorf, Colônia, Leipzig e Frankfurt. E a final ainda não tem local determinado, mas será em Berlim ou Munique.

Vencedora da votação, a Alemanha tentará recuperar o sentimento positivo visto na Copa do Mundo de 2006. A sua seleção, que não estava entre as favoritas, foi semifinalista e ajudou os alemães a expressarem um novo orgulho envolvendo sua identidade nacional, mais de uma década após a reunificação com a Alemanha Oriental. Em 1988, inclusive, a então Alemanha Ocidental organizou a Eurocopa, um ano antes da queda do Muro de Berlim.

A Eurocopa de 2024 será a primeira depois da que será realizada daqui a dois anos, em 12 sedes, em um formato inédito que servirá também para comemorar os 60 anos da Uefa. As semifinais e a decisão estão agendadas para o Estádio de Wembley, em Londres.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.