Alemanha e Espanha querem Dodô

A permanência do atacante Dodô, do Botafogo, continua ameaçada. O jogador já manifestou o desejo de permanecer no clube, mas o empresário Juan Figer está na Europa negociando com times da Alemanha e da Espanha, enquanto o presidente do Alvinegro, Mauro Ney Palmeiro, procura um patrocinador. "É a única maneira de ficarmos com o Dodô. Não é uma tarefa fácil, mas vamos fazer o possível para mantê-lo", disse Mauro Ney. "Ele chegou ao Botafogo desacreditado, mas se valorizou com as boas atuações que teve no Campeonato Brasileiro e no Torneio Rio-São Paulo." O procurado do jogador, Maurício Salomão, disse serem grandes as chances de Juan Figer conseguir um acordo com algum clube europeu. "Já houve muita conversa, mas até agora nada certo. Há boas possibilidades tudo se resolver logo", afirmou Salomão, que é parceiro de Figer. Dodô esté em São Paulo onde foi resolver problemas particulares. Ele pretende renovar contrato com o Botafogo e está esperando uma proposta. O Alvinegro tem algumas vantagens para conseguir a permanência do artilheiro: além de adpatado ao futebol e estilo de vida cariocas, ele possui uma ótima relação com o técnico Abel Braga, fã confesso do jogador. O treinador chegou a defender abertamente a convocação de Dodô para a seleção brasileira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.