Kai Pfaffenbach/Reuters
Kai Pfaffenbach/Reuters

Alemanha goleia, fecha grupo na ponta e será cabeça de chave na Eurocopa

Gnabry fez três gols no triunfo por 6 a 1 diante da Irlanda do Norte nesta terça-feira

Redação, Estadao Conteudo

19 de novembro de 2019 | 19h16

Classificada com antecipação à fase final da Eurocopa de 2020, a Alemanha entrou em campo nesta terça-feira contra a Irlanda do Norte, em Frankfurt, pela última rodada do Grupo C das Eliminatórias, com um objetivo em mente: vencer para ficar com a liderança da chave e se garantir como uma das cabeça de chave da competição. Isso foi cumprido com sobras com a goleada por 6 a 1 e uma atuação de gala do atacante Gnabry, autor de três gols.

Com o resultado positivo, a Alemanha fechou as Eliminatórias com 21 pontos em oito jogos - a única derrota foi para a Holanda por 4 a 2, em setembro deste ano, na cidade de Hamburgo. Além de Gnabry, quem se destacou na vitória sobre a Irlanda do Norte, que saiu na frente no placar com o gol de Michael Smith, foi Goretzka. O meia do Bayern de Munique marcou duas vezes, um em cada tempo. Julian Brandt completou a goleada.

Na disputa com os alemães pela liderança, a também classificada Holanda fez a sua parte em casa contra a Estônia. Em Amsterdã, goleou por 5 a 0 e fechou as Eliminatórias com 19 pontos. Assim como Gnabry, Wijnaldum se destacou ao marcar três gols. Nathan Ake e Myron Boadu selaram a vitória dos holandeses.

Pelo Grupo G, Polônia e Áustria se classificaram antecipadamente à fase final, mas tiveram resultados diferentes nesta terça-feira. Com campanha quase perfeita, os poloneses derrotaram em casa a Eslovênia por 3 a 2 para terminar na liderança com 25 pontos - foram oito vitórias, um empate e uma derrota. O centroavante Robert Lewandowski, destaque do Bayern de Munique, marcou um dos gols.

A Áustria, que garantiu a sua vaga no último sábado com o triunfo sobre a Macedônia do Norte, entrou em campo mais relaxada e foi surpreendida pela lanterna Letônia, que venceu em casa por 1 a 0 e conquistou os primeiros três pontos nas Eliminatórias. Os austríacos ficaram com 19, cinco a mais que os macedônios, que ganharam de Israel por 1 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.