Andy Rain/Efe
Andy Rain/Efe

Alemanha quer Cacau no ataque em confronto com Gana, diz técnico

Centroavante brasileiro naturalizado alemão deverá susbituir Klose, suspenso, contra Gana

KAROLOS GROHMANN, REUTERS

22 de junho de 2010 | 11h16

PRETÓRIA - A Alemanha pode entrar com dois atacantes, um dos quais quase certamente será Cacau, brasileiro naturalizado alemão, quando enfrentar Gana na quarta-feira, 23, por uma vaga na próxima fase, disse o técnico Joachim Löw nesta terça-feira. O centroavante Miroslav Klose está suspenso para a última partida dos tricampeões pelo Grupo D após ter sido expulso na derrota para a Sérvia, e Cacau, em boa forma, parece prestes a fazer sua 11a. atuação na seleção alemã.

Veja também:

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador | 

"No momento estou inclinado a pensar que Cacau pode começar o jogo", disse Loew aos repórteres depois de optar por não levar a equipe para treinar no Estádio Soccer City para evitar a hora do rush.

A Alemanha precisa derrotar Gana para não ser eliminada na fase dos grupos pela primeira vez na história da Copa do Mundo. O time africano lidera o grupo com quatro pontos, acima de Alemanha e Sérvia com três. A Austrália, que tem um ponto, enfrenta os sérvios na quarta-feira, também às 15h30 (horário de Brasília).

Loew disse que os atacantes reservas Stefan Kiessling e Mario Gomez também estão prontos para entrar, mas Cacau parece ter a preferência. "Talvez eu mude uma ou duas posições, é possível. Há muitas variações, mas a decisão final será tomada esta noite com a delegação", "Mas no ataque estou inclinado a usar Cacau".

Loew disse que Gana deve vir motivada pela possibilidade de conseguir a vaga nas oitavas-de-final na primeira Copa realizada em território africano, mas afirmou não ter dúvidas de que seu time irá avançar na competição. "Todos sabemos que temos qualidade e potencial para vencer esta partida. Sei que será enormemente difícil. Este jogo irá nos exaurir não só mentalmente mas fisicamente também", disse ele.

 

 

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
COPA 2010ALEMANHACACAUSELECAO ALEMA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.