Alessandro abandona o Palmeiras

A semana do Palmeiras começou com a desagradável notícia de que o lateral Alessandro deixou o clube à revelia dos dirigentes e assinou contrato de três anos com o Dinamo de Kiev, da Ucrânia. O jogador, que viajou nesta segunda-feira para a Europa ao lado de Liedson, do Corinthians, conseguiu uma liminar no Tribunal Regional do Trabalho, solicitando o fim do vínculo com o Flamengo, dono de seus direitos federativos, pelo não pagamento de Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, fora salários, luvas, férias e prêmios por conquistas.A atitude de Alessandro revoltou os dirigentes do Palmeiras. "Ele entrou em contato comigo na semana passada falando desta proposta, mas na ocasião lhe disse que a diretoria o considerava peça importante e preferiria manter o seu contrato, que vai até 31 de dezembro", contou o diretor Fernando Gonçalves.O lateral atuou na vitória por 2 a 1 sobre o Anapolina, mas não viajou de Goiânia para São Paulo com a delegação palmeirense, alegando problemas particulares no Rio.Depois do ocorrido, Fernando Gonçalves afirmou que o clube não vai querer Alessandro de volta e contratará outro lateral. "Mas vamos lutar por nossos direitos", avisou o diretor.Segundo o dirigente, o Palmeiras tem direito a receber metade do valor que será pago ao jogador até dezembro. Por meio de sua assessoria, Alessandro lamenta todo o desgaste. "Estou muito triste em deixar o Palmeiras assim, mas não tive outra alternativa", disse o jogador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.