Alex Alves rouba a cena e Bota vence

Na estréia de Guilherme, que teve atuação discreta, seu companheiro de ataque Alex Alves roubou a cena. Além de ter sido o melhor jogador em campo, ele marcou um golaço na vitória do Botafogo sobre a Portuguesa nesta quarta-feira, por 1 a 0, no Estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador, zona norte do Rio. Graças a Alex Alves, o Alvinegro alcançou 7 pontos e se mantém vivo na luta por uma vaga nas semifinais da Taça Guanabara (primeiro turno do Campeonato Carioca) - classificam-se os dois melhores colocados de cada grupo (A e B).Agora, o Botafogo terá mais tranqüilidade para disputar, no sábado, o segundo tempo do jogo contra o Friburguense, paralisado por causa do "apagão" em Friburgo, no dia 25 de janeiro - o time da casa vencia por 1 a 0. Já a Portuguesa permanece na lanterna do Grupo A, com apenas 1 ponto - é o pior desempenho do Estadual.Mesmo sem apresentar um futebol brilhante, o Botafogo ditou o ritmo de jogo na primeira etapa, quando os fortes ventos, constantes no Estádio Luso-Brasileiro, estavam a seu favor. Apesar de manter a posse da bola por um período maior do que o adversário, faltou ao meio-de-campo alvinegro mais criatividade. Já a Portuguesa mostrou ontem toda a sua limitação técnica.A equipe da Ilha do Governador, por exemplo, só ameaçou o gol do Botafogo na primeira etapa num chute à queima-roupa do meia Éberson, bem defendido pelo goleiro Jefferson. O árbitro ainda ignorou um pênalti claro no estreante Guilherme, que foi puxado na grande área.Na seqüência deste lance, Alex Alves recebeu passe de Ramon, driblou com categoria o zagueiro Moura e, na entrada da área, chutou forte no ângulo direito do goleiro Arílson, que nada pôde fazer: 1 a 0. Um golaço! A ventania contra o Botafogo no segundo tempo, parece ter freado um pouco o ímpeto da equipe, que cedeu espaços ao adversário. Sorte do Alvinegro que Marcelão, de cabeça, não teve precisão suficiente para empatar o jogo. E méritos também para Jefferson, que fez uma defesa ?plástica? num chute de fora da área do atacante Bibi.

Agencia Estado,

02 de fevereiro de 2005 | 18h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.