Alex diz ter propostas de ?vários países?

O meia Alex, do Cruzeiro, revelou nesta quarta-feira que possui propostas de clubes de "vários países" para deixar a Toca da Raposa, no momento em que os dirigentes admitem dificuldades para manter a estrela celeste no clube. Sem falar em nomes, o jogador afirmou que recebeu propostas de clubes da Europa e da Ásia e não escondeu a predileção por atuar no futebol espanhol. "É onde estão os maiores jogadores da atualidade". Alex disse que no início da semana jantou com o seu empresário, Juan Figger, e que espera uma nova proposta oficial da diretoria do Cruzeiro. "Até agora não nos foi passado nada. Vou me encontrar com o Figger na semana que vem e esperar que nesse período aconteça alguma coisa, surja uma proposta", afirmou o meia, que se reapresentou, junto com o grupo celeste, na Toca da Raposa II após a ressaca da conquista do Campeonato Brasileiro. De acordo com o Alex, durante a disputa do Brasileirão, o Cruzeiro propôs comprar 50% de seus direitos federativos, o que ele recusou.Nesta quarta-feira, o vice-presidente de Futebol do clube mineiro, Zezé Perrella, admitiu que se houver uma proposta do exterior, o Cruzeiro não tem "condições de concorrer financeiramente". O contrato de Alex termina no dia 31 e a intenção da diretoria é tentar garanti-lo pelo menos para a disputa da Copa Libertadores do ano que vem, no primeiro semestre. LIMA - Mas, se enfrenta dificuldades na tentativa de manter sua maior estrela, menos de uma semana depois de conquistar o título de campeão brasileiro, o Cruzeiro já dá início à contratação de reforços para a temporada do próximo ano. Perrella afirmou durante entrevista à Rede Minas, uma emissora de TV de Belo Horizonte, que dá como certa a transferência do atacante Lima, do Coritiba, para a Toca da Raposa. Segundo Perrella, 99% da negociação já foi concretizada, faltando apenas o acerto de "detalhes". A assessoria de imprensa do Cruzeiro se limitou a dizer que a negociação está "bem adiantada". A intenção do clube mineiro seria adquirir 50% dos direitos econômicos e 100% dos direitos federativos de Lima. Os valores da transação estão sendo mantidos em sigilo. Na entrevista, Perrella adiantou que o atacante Jussiê, de 20 anos, que atuou os últimos seis meses emprestado ao Kashiwa Reysol, do Japão, retornará ao clube em 2004. FAIXAS - Depois de confirmar que vai mandar bordar duas estrelas amarelas no seu novo uniforme - além de uma coroa referente aos três títulos de 2003, Estadual, Copa do Brasil e Brasileiro -, o Cruzeiro programou uma homenagem aos ex-jogadores do clube, campeões da Taça Brasil de 1966, na partida contra o Fluminense, no próximo domingo, no Mineirão. No jogo, que vale pela penúltima rodada do Brasileirão, e marca a despedida do time mineiro de Belo Horizonte, os jogadores receberão a taça oficial de campeão brasileiro de 2003, que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) insistia em entregar somente na última rodada, no dia 14, contra o Bahia, em Salvador. A entidade recuou e decidiu antecipar a entrega do troféu. De acordo com Paulo Nélio, diretor de Marketing do clube mineiro os ex-atletas - Tostão, Dirceu Lopes, Piazza, Raul, Natal, Zé Carlos, entre outros - entregarão as faixas para os atuais campeões e receberão deles uma outra representando o título de 66, quando o Cruzeiro derrotou o Santos na decisão. A diretoria celeste está organizando ainda uma festa com muitos fogos e papel picado ao final do jogo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.