Alex está deixando a Vila Belmiro

O zagueiro Alex ficará no máximo mais seis meses na Vila Belmiro. Mas, se o Santos diminuir um pouco o que pede por ele, a transferência pode sair ainda este mês - o mercado de contratações na Europa ficará aberto até o dia 31. O Real Madrid é o maior interessado no jogador. Mas a Inter de Milão também está na briga. A chance de Alex ir para a Europa agora é jogar no Real. A Inter não pode inscrevê-lo para o restante da temporada por já ter contratado o meia uruguaio Horácio Peralta - a legislação italiana só permite que os clubes contratem um "novo" extra-comunitário (sem nacionalidade de um país da União Européia) por temporada. "Novo", no caso, significa um jogador que chegue de fora da Itália. O Milan, por exemplo, contratou dois extra-comunitários nesta temporada, mas apenas Kaká é considerado "novo". Cafu não entrou nessa conta porque jogava na Roma. O plano da Inter é contar com Alex a partir de junho, quando terminará o contrato do paraguaio Gamarra, que deixará o clube. "O pessoal da Inter me liga direto para falar sobre o Alex", revelou Giuliano Bertolucci, procurador do zagueiro e dono de 50% de seus direitos federativos. Existe a possibilidade de o negócio ser fechado agora e o jogador se apresentar apenas no meio do ano, porque a direção do Santos faz questão de mantê-lo no elenco para a disputa da Taça Libertadores da América. "Se o Santos quiser, sai negócio agora com algum clube europeu. Mas eles estão endurecendo por causa da Libertadores", disse Alex. O Real Madrid já procurou a diretoria santista e levou um susto com o valor pedido pelo zagueiro: 10 milhões de euros. Por esse valor não tem negócio, mas se o Santos aceitar 7 milhões de euros a conversa muda de figura e o martelo deve ser batido. "Acho que 7 milhões de euros é um bom preço pelo Alex e um bom negócio para o Santos", avaliou Giuliano Bertolucci. Não é de hoje que Alex sonha em se transferir para o futebol europeu. Em julho de 2003, quando disputava a Copa Ouro pela seleção Sub-23, ele estava animado até com a possibilidade de ser emprestado por um ano para o Fenerbahce, da Turquia. Agora, diante do interesse de gigantes como Real Madrid e Inter, seu entusiasmo é ainda maior. "Quem não gostaria de jogar num time como o Real Madrid?", reconheceu ele. O "Dream Team" lidera o Campeonato Espanhol e está nas oitavas-de-final da Liga dos Campeões da Europa, mas precisa de mais zagueiros. O Real conta apenas com Helguera (que tem jogado como volante), Pavón e Raúl Bravo, que é lateral-esquerdo e tem sido improvisado.

Agencia Estado,

05 de janeiro de 2004 | 23h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.