Heuler Andrey/Estadão
Heuler Andrey/Estadão

Alex faz dois e Coritiba se reabilita vencendo São Paulo

Resultado encerra uma sequência de seis jogos sem vitória do time paranaense

DEMÉTRIO VECCHIOLI, Agência Estado

08 de setembro de 2013 | 18h01

SÃO PAULO - Depois de quatro jogos em oito dias, o

O JOGO

Na terceira partida da maratona, novamente o São Paulo entrou em campo muito modificado. Lucas Evangelista ganhou o lugar de Negueba, Paulo Henrique Ganso entrou no lugar de Jadson e Antônio Carlos retomou a posição na zaga, deixando Rafael Toloi no banco.

E, assim como foi diante do Criciúma, a equipe demorou a se entrosar. No primeiro tempo, quase não criou e ainda assim foi ameaçado em contra-ataque. Logo aos 6 minutos, Vitor Júnior puxou contra-ataque, tocou para Alex, recebeu de volta, e passou mais uma vez para o meia. Rogério Ceni, entretanto, impediu o primeiro gol.

O goleiro voltaria a trabalhar bem aos 31, mas só parcialmente. Vitor Júnior tentou o passe na área, Wellington cortou, mas não tirou o perigo. Rodrigo Caio fez o mesmo. Tamanha bobeira não passaria impune. Keirrison recebeu, chutou, e Rogério Ceni pegou. No rebote, Alex estava lá para fazer no rebote.

Já no finalzinho do primeiro tempo, Wellington foi driblado por Alex e cometeu falta na entrada da área. O meia foi para cobrança, encobriu a barreira, e colocou no ângulo de Rogério Ceni, ampliando para 2 a 0.

A vantagem era incontestável, apesar de o São Paulo reclamar de um pênalti não marcado de Chico sobre Aloísio, quando o jogo estava 1 a 0. Mas o lance começou com uma falta do atacante, também não marcada.

SEGUNDO TEMPO

No intervalo, Autuori resolveu mandar o time para o tudo ou nada. Tirou Paulo Miranda para colocar Maicon, deslocando Wellington para a lateral. O outro volante do time, Fabrício, saiu para a entrada de mais um atacante: Osvaldo.

E o segundo tempo começou sendo de ataques contra defesas. O São Paulo assustou primeiro, com Maicon carimbando o travessão. Aloísio também foi bem, girando sobre a marcação e chutando cruzado, para ótima defesa de Vanderlei.

Aos 30 minutos Osvaldo entrou com a sola da chuteira no joelho de Vinicius e acabou expulso, recebendo o cartão vermelho direto. Com um a menos, o São Paulo até passou a jogar melhor, mesmo mostrando muito cansaço. Rogério Ceni teve duas faltas na sua posição preferida, mas mandou ambas muito por cima. Negueba também tentou, mas Vanderlei pegou.

FICHA TÉCNICA:

CORITIBA 2 X 0 SÃO PAULO

CORITIBA - Vanderlei; Vinícius, Luccas Claro, Chico e Escudero; Willian, Ueliton, Vitor Júnior, Alex e Robinho; Keirrison (Geraldo, depois Anderson Aquino, depois Lincoln). Técnico - Marquinhos Santos.

SÃO PAULO - Rogério Ceni; Paulo Miranda (Maicon), Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Reinaldo; Wellington, Fabrício (Osvaldo), Lucas Evangelista e Paulo Henrique Ganso; Aloísio e Luis Fabiano (Negueba). Técnico - Paulo Autuori.

GOLS - Alex, aos 31 e aos 47 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Alício Pena Júnior (MG).

CARTÕES AMARELOS - Lucas Evangelista, Vitor Júnior, Escudero e Willian.

CARTÃO VERMELHO - Osvaldo.

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.