Alex Mineiro vira artilheiro e já se preocupa com Kléber Pereira

Atacante chegou aos oito gols no Brasileirão e quinta, terá o amigo e concorrente na artilharia como adversário

Agência Estado,

21 de julho de 2008 | 10h44

A única boa notícia do Palmeiras após a derrota para o Goiás por 3 a 2: com o gol marcado, o atacante Alex Mineiro chegou a oito e se isolou na artilharia do Campeonato Brasileiro. Foi o 26.º gol dele em 40 jogos pelo clube - média de 0,65, a melhor desde que Vágner Love foi vendido para o CSKA Moscou, em 2004. Veja também: Palmeiras pretende punir atletas por expulsões infantis Barcelona negocia zagueiro Henrique com o Bayer Leverkusen Quando chegar ao 27.º gol, Alex se tornará o maior artilheiro do Palmeiras no mesmo ano, neste século - Love é o detentor da marca, com 26 gols em 2004. O curioso é que há cerca de 15 dias a diretoria fez uma sondagem a Vágner Love, mas logo desistiu de contratá-lo ao saber dos valores que precisaria desembolsar para tirá-lo do CSKA. Alex Mineiro garante não se importar com o interesse do clube em Love. Prefere exaltar seu trabalho. "Nunca escondi de ninguém que um dos meus objetivos é a artilharia. Mas prefiro ver o Palmeiras sair campeão do que me tornar o artilheiro", diz Alex Mineiro, que aponta Kléber Pereira como seu maior adversário na luta para se tornar o goleador do Brasileirão - o santista fez, neste domingo, seu sexto gol. E nesta quinta-feira, 24, Alex Mineiro e Kléber Pereira estarão em campo no clássico da 14.ª rodada entre Palmeiras e Santos, às 20h30, no Palestra Itália. Além da disputa pela artilharia do Brasileirão, os dois amigos - atuaram juntos no Atlético-PR - querem alcançar melhores posições na tabela. O Santos, em 19.º lugar e com 11 pontos, precisa fugir de vez da zona de rebaixamento, enquanto o Palmeiras quer voltar ao grupo dos quatro melhores da competição - que tem vaga garantida na Copa Libertadores 2009. O técnico Vanderlei Luxemburgo tem esperança de contar com Pierre e Elder Granja no clássico. O volante se recupera da lesão no tornozelo sofrida na partida contra Figueirense. Já o lateral, precisa resolver problemas jurídicos com o Corinthians-AL, time onde começou.  NOVO ESTÁDIONos bastidores, ocorre a votação, nesta segunda-feira, no Conselho Deliberativo para adequação do estatuto do clube às normas para construção da Arena Multiuso. A mudança é necessária para que o projeto fique em conformidade com a carta magna que rege o clube. Caso seja aprovada pelo Conselho, a adequação ainda precisaria passar por votação na Assembléia Geral de sócios, em 30 de agosto. Na visão otimista da diretoria, trata-se apenas de mera formalidade. A reforma começaria logo após a votação, pela parte social do clube. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.