Alex quer ver o Palmeiras no ataque

No Palmeiras, o jogador que mais se sente incomodado pelas cobranças apenas por vitórias é o meia Alex. O atleta acredita que esta pressão está atrapalhando o desempenho do grupo e, por esta razão, ele não vem conseguindo repetir as atuações que o levaram à seleção brasileira no ano passado. Ele defende a idéia de que a equipe deve primeiro pensar em jogar bem, neste sábado, contra o Rio Branco, para depois se preocupar em ganhar.Para Alex, o técnico Marco Aurélio teria sido demitido após a derrota para o Corinthians, por 2 a 1, no domingo, caso a diretoria valorizasse apenas o resultado. "Jogamos bem naquela tarde. Ficamos com dez jogadores a maior parte do tempo e mesmo assim, criamos oportunidades", avaliou.Mas ele não esconde que os três pontos iriam ajudar a equipe a recuperar a auto-confiança. "Não é o Marco Aurélio que está numa situação ruim, mas todos nós."Alex, inclusive, ressaltou a importância do time entrar em campo, neste sábado, pensando muito mais em atacar do que em defender, ao contrário do que preconiza o técnico Marco Aurélio, que em geral prefere armar times defensivos.O jogador quer evitar que os problemas com o zagueiro Argel se espalhem pelo restante do grupo. "Cada um tem a sua importância e não será o afastamento de um jogador que irá impedir os outros de desempenharem suas funções."De acordo com Alex, apesar da situação de Argel ser um caso à parte, as divergências no grupo realmente existem. "Falei o que penso para alguns companheiros e, se ficarem bravos, não posso fazer nada", revelou. "Mas a impressão é que temos um elenco amadurecido, que utiliza o diálogo franco para corrigir os erros", completou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.