Divulgação
Divulgação

Juventus confirma contratação do lateral brasileiro Alex Sandro

Jogador assina contrato de 5 anos com a agremiação italiana

Estadão Conteúdo

20 Agosto 2015 | 14h17

O lateral brasileiro Alex Sandro foi oficializado na tarde desta quinta-feira como novo reforço da Juventus. Após uma negociação com o Porto que já era dada como certa nos últimos dias, ele passou por exames médicos durante a manhã e, aprovado, assinou contrato por cinco temporadas com o novo clube.

Depois de confirmar o vínculo, o lateral-esquerdo falou pela primeira vez como jogador da Juventus, e sua primeira mensagem foi para a torcida. "Os torcedores podem estar certos de que terão um jogador que dará sempre 100% para chegar à vitória", declarou ao site do clube.

Alex Sandro tem 24 anos e custou 26 milhões de euros (pouco mais de R$ 100 milhões) aos cofres da Juventus para tirá-lo do Porto. De acordo com a imprensa europeia, o clube de Turim ainda desembolsará três milhões de euros (cerca de R$ 11,7 milhões) anuais ao jogador em salários.

A saída de Alex Sandro é mais uma em meio à debandada de jogadores do Porto nesta janela de transferência. Sete dos titulares da última temporada já foram negociados, inclusive outro lateral brasileiro, Danilo, presença constante nas convocações do técnico Dunga, que foi para o Real Madrid.

Na Juventus, Alex Sandro chega para brigar por posição com o veterano Patrice Evra, que se encontra já em final de carreira. Ele é mais uma aposta do clube para repetir a ótima campanha da temporada passada, quando foi campeão italiano e da Copa da Itália e só parou na decisão da Liga dos Campeões.

O jogador foi formado nas divisões de base do Atlético-PR, mas foi no Santos, onde chegou em 2010, que ganhou destaque. Foi campeão da Libertadores em 2011 e, logo depois, acabou negociado com o Porto. O sucesso em Portugal lhe rendeu convocações para a seleção brasileira, inclusive com o técnico Dunga, que o chamou para amistosos no ano passado, após a última Copa do Mundo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.