CBF/Lucas Figueiredo
CBF/Lucas Figueiredo

Alex Sandro festeja atuação na vitória do Brasil sobre a Coreia: 'Sempre fui um jogador de apoiar'

Lateral-esquerdo sofreu dois pênaltis no amistoso que terminou em goleada brasileira por 5 a 1, em Seul, nesta quinta-feira

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de junho de 2022 | 13h25

O lateral-esquerdo Alex Sandro estava contente após a sua bela apresentação com a seleção brasileira na goleada, por 5 a 1, sobre a Coreia do Sul, nesta quinta-feira, em Seul. O jogador, que vem de uma temporada irregular pela Juventus, da Itália, foi o destaque do Brasil ao aparecer muito bem no apoio ao ataque.

"Nos preparamos muito bem nesses dias aqui. Quem me conhece sabe que eu sempre fui um jogador de apoiar. Um jogador com boas jogadas ofensivas. Na Itália, a gente passa a defender mais. Mas fico feliz de aproveitar os espaços que os nossos atacantes deixaram", disse o defensor.

Alex Sandro não quis dizer que esta foi sua melhor participação com a camisa da seleção. "Se tive uma boa atuação é porque os meus companheiros me ajudaram", afirmou o lateral, que iniciou a jogada do primeiro gol, marcado por Richarlison, e ainda sofreu os dois pênaltis convertidos por Neymar.

A boa atuação foi importante para Alex Sandro, que ainda briga por uma vaga na lista dos 26 jogadores, que será elaborada por Tite para a disputa da Copa do Mundo do Catar no fim do ano. Nas últimas três partidas, o técnico da seleção brasileira deu oportunidades a Alex Telles e Arana para começarem jogando. O trio foi convocado para esta Data Fifa e promete brigar pelas duas vagas na posição até a convocação para o Mundial.

O Brasil volta a campo no domingo para enfrentar o Japão, que goleou o Paraguai por 4 a 1. A partida será em Tóquio, na próxima segunda-feira, às 7h20. Desde a derrota para a Argentina na final da Copa América no ano passado, a seleção brasileira emendou uma sequência invicta de nove vitórias e três empates.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.