Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Alex Santana volta a treinar e pode reforçar o Botafogo no jogo contra o CSA

Alvinegro enfrenta time alagoano no domingo, em Maceió, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro

Redação, Estadão Conteúdo

05 de junho de 2019 | 19h46

Recuperado de um trauma no tornozelo direito, o volante Alex Santana pode ser a novidade do Botafogo na partida contra o CSA, neste domingo, no estádio Rei Pelé, em Maceió, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, desde que se machucou na semana passada e foi desfalque no clássico contra o Vasco, foi a primeira vez que o jogador participou do treinamento junto com seus companheiros no campo anexo ao estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro.

Seu substituto contra o Vasco, no entanto, não esteve em campo nesta quarta-feira. Também com um trauma no tornozelo, mas no direito, Gustavo Bochecha fez apenas um trabalho à parte com o fisioterapeuta Leandro Oliveira e virou dúvida para o jogo contra o CSA.

Assim como na última terça-feira, dia da reapresentação do elenco comandado pelo técnico Eduardo Barroca, Victor Rangel participou do treino, mesmo que ainda não tenha sido anunciado. O atacante teve uma boa participação no treino em campo reduzido. A expectativa é que ele assine o contrato com o Botafogo nesta quinta.

As ausências foram o lateral-esquerdo Jonathan, ainda internado por causa de uma infecção urinária, e o goleiro Gatito Fernández, a serviço da seleção do Paraguai para a disputa da Copa América no Brasil. O seu substituto para as duas partidas antes da parada para a competição continental será Diego Cavalieri. Depois do CSA, o Botafogo enfrentará o Grêmio, na próxima quarta-feira, no Rio de Janeiro.

Entrevistado do dia, o lateral-direito Fernando foi questionado a respeito do fato de o Botafogo ainda não ter pontuado fora de casa neste Brasileirão: três derrotas em três jogos. "O fato de não termos pontuado fora de casa é não é algo que estamos pensando muito. Temos feito nosso dever de casa. Estamos invictos dentro de casa. O jogo contra o CSA vai ser difícil. Temos que ir para lá para pontuar", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.