Alex Silva, ex-Flamengo, jogará Série B pelo Boa

Zagueiro foi anunciado por meio de uma rede social do clube

AE, Agência Estado

19 de agosto de 2013 | 19h52

VARGINHA - Zagueiro de 28 anos, com passagem pela seleção brasileira, São Paulo, Cruzeiro e Flamengo, Alex Silva vai tentar retomar a carreira no Boa. Nesta segunda-feira, o time mineiro, que inicialmente jogava em Ituiutaba-MG e agora tem sua sede em Varginha-MG, surpreendeu ao anunciar a contratação pela sua conta oficial no Facebook.

Alex Silva esteve ligado ao Flamengo até o começo do mês. Há pouco mais de duas semanas, o clube carioca anunciou que finalmente havia chegado a um acordo para encerrar o vínculo com o jogador, que só teria fim no meio do ano que vem.

O Flamengo havia anunciado a rescisão de Alex Silva em julho, mas na hora de assinar a quebra de contrato houve um desentendimento entre as partes. O jogador cobrava cerca de R$ 4 milhões entre salários futuros e atrasados, enquanto o clube não estava disposto a pagar esta quantia. Com isso, o zagueiro chegou a ameaçar entrar na justiça contra o time carioca.

Alex Silva chegou ao Flamengo em julho de 2011, mas nunca correspondeu às expectativas. O jogador passou por uma série de lesões e chegou a ser emprestado para o Cruzeiro em 2012, onde também não foi bem. Sua última partida pelo clube foi no Campeonato Carioca.

O defensor, irmão de Luisão e formado pelo Vitória, chegou ao São Paulo ainda como júnior. No clube tricolor venceu o Brasileirão em 2006, 2007 e 2008. No ano seguinte se transferiu para o Hamburgo, onde jogou uma temporada do Campeonato Alemão, voltando depois para o Morumbi. De lá foi para o Flamengo, já pela porta dos fundos.

O Boa, que também tem no seu elenco Marcelinho Paraíba, outro jogador que brilhou com as camisas de São Paulo e Flamengo, ocupa o sexto lugar da Série B na terceira temporada que joga a segunda divisão. No sábado, o time recebe o Palmeiras em Varginha.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoBoaSérie B

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.