Alexandre Pato evita polêmica e minimiza mensagem no Twitter

Ex-jogador do Corinthians, Pato postou mensagem de incentivo aos companheiros são-paulinos

Fernando Faro, Agência Estado

10 de março de 2014 | 18h29

SÃO PAULO - Alexandre Pato não se arrepende de ter postado em uma rede social uma mensagem de incentivo ao São Paulo após a vitória sobre o Corinthians no último domingo, mesmo ainda tendo contrato com o clube de Parque São Jorge até o fim de 2016. Criticado duramente pelo presidente Mário Gobbi, ele minimizou o episódio e disse que torcerá para o São Paulo enquanto defender o clube.

"Serei torcedor do São Paulo, defendo as cores do São Paulo e não vou mudar. Fiquei muito feliz, sim, pela conquista dos jogadores. São meus companheiros e é com eles que estou trabalhando hoje. Acho que não falei nada de errado, acredito que alguns entenderam de uma maneira errada, mas torço pelos companheiros com quem jogo hoje", afirmou o atacante.

Assim que terminou o clássico no Pacaembu, Pato usou sua conta no Twitter para incentivar os companheiros. "Grande vitoria!!!!! #avantesoberano #VamosSaoPaulo". Ele chegou a apagar o comentário após críticas de torcedores, mas voltou a postar a mensagem.

Pato foi emprestado ao São Paulo até o fim de 2015 em troca com Jadson. Nesse meio tempo, ele não pode enfrentar o ex-clube graças a uma cláusula contratual. Sem alimentar polêmicas, o jogador ainda afirmou que deixou a foto de fundo com a camisa do Corinthians por respeito ao clube.

"Como tenho vínculo com Corinthians, por respeito deixei ali a imagem, não tenho problema de estar no fundo do perfil, todo mundo viu. Tenho vínculo com eles, até porque tenho uma foto com a camisa do São Paulo na capa. As pessoas entendem errado, cumprimentei meus companheiros por terem feito um grande jogo", finalizou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCAlexandre Pato

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.