Alexandre Pato marca em sua estréia no Milan

Jovem atacante faz um na vitória sobre o Napoli por 5 a 2; Ronaldo também brilha com dois gols

13 de janeiro de 2008 | 19h44

A espera da torcida do Milan valeu a pena. O jovem atacante brasileiro Alexandre Pato estreou com o pé direito no clube milanês e marcou um dos gols da vitória por 5 a 2 sobre o Napoli. Mas além dele, outros dois compatriotas deixaram sua marca, Kaká fez um e Ronaldo, que jogou muito bem, balançou às redes adversárias por duas vezes. Veja também: Enquete - Após marcar gol na estréia, Pato vai mesmo ter sucesso no Milan?Bate Pronto - Pato, mamma che gol! Inter de Milão e Roma consolidam primeiras colocações  Classificação / Calendário / Resultados Porém, mesmo com a vitória convincente pela 18.ª rodada do Campeonato Italiano. O Milan segue mal na competição, no modesto 12.º lugar. No primeiro gol dos donos da casa, aos 15 minutos, Ronaldo tabelou com Pato e Pirlo tocou de volta o Fenômeno, que chutou forte na saída de Iezzo, que chegou a abafar a bola, que passou a linha da meta por pouco.  Mas a alegria da torcida da casa durou pouco. Roberto Sosa empatou para o Napoli em um contra-ataque rápido pela direita, aos 28 minutos. Porém, apenas dois minutos depois, Pato recebeu de Ronaldo na entrada da área e chutou duas vezes em cima do goleiro, e no segundo rebote o holandês Seedorf não perdoou. Ainda na primera etapa, os visitante empataram com gol de pênalti, cobrado por Domizzi, mas logo no primeiro minuto do segundo tempo, Ronaldo colocou o Milan novamente na frente, aproveitando cruzamento de cabeça.  A partir daí os donos da casa dominaram o jogo e com um golaço de Kaká, aos 22, ampliaram a vantagem no placar. Mas o que toda a torcida milanesa queria era um gol do estreante Pato, e foi já no final da partida que o desejo dos rubro-negros se tornou realidade. O atacante brasileiro recebeu um lançamento longo, dominou a bola, deu um belo corte no zagueiro e tocou com cuidado na saída do goleiro. Muita comemoração e até choro do garoto de 18 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.