Pavel Golokvin / AP Photo
Pavel Golokvin / AP Photo

Alexis Sánchez diz que só falará sobre o seu futuro após a Copa das Confederações

Atacante chileno não renovou contrato com o Arsenal e desperta interesse do Manchester City

Estadão Conteúdo

30 de junho de 2017 | 12h02

O atacante Alexis Sánchez avisou que não falará sobre o seu futuro no Arsenal até que esteja concluída a participação da seleção chilena na Copa das Confederações, na Rússia. No próximo domingo,a equipe faz final do evento-teste para a Copa do Mundo de 2018 contra a Alemanha.

"A verdade é que agora estou focado na Copa das Confederações, e o futuro será decidido depois, quando isso terminar. Espero levantar a Copa e aí verei se vou sair, se fico, não sei", manifestou Sánchez. "Eu tenho claro, mas não posso te dizer".

A imprensa inglesa especula nos últimos dias sobre a possibilidade de Sánchez se unir a Claudio Bravo, seu companheiro na seleção chilena, no Manchester City. Por isso, o goleiro foi questionado sobre a possibilidade de também atuar ao lado do atacante no seu clube. "Já falei várias vezes. Quem não vai querer tê-lo como companheiro? Estamos falando de um dos melhores jogadores do mundo", afirmou.

Sánchez marcou 30 gols pelo Arsenal em diferentes competições durante a última temporada. E o fato de o clube londrino não ter conseguido uma vaga na próxima edição da Liga dos Campeões da Europa reforçaram os rumores sobre a sua saída.

Além de se unir a Bravo, Sánchez se reencontraria com o técnico Pep Guardiola, que o dirigiu no Barcelona. O atacante chileno só tem mais um ano de contrato com o Arsenal e pode assinar com outro clube quando faltarem seis meses para o fim do vínculo sem que o time londrino seja ressarcido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.