Adrian Dennis/AFP
Adrian Dennis/AFP

Alexis Sánchez pode estar mostrando sinais de cansaço, diz Wenger

Atacante chileno 'não é o mesmo', avalia o técnico do Arsenal, após início impressionante no Inglês, quando marcou 18 gols em 32 jogos

REUTERS

15 de fevereiro de 2015 | 12h44

O atacante do Arsenal Alexis Sánchez não "é o mesmo" e pode estar sentindo os efeitos do cansaço depois de ter um início impressionante no Campeonato Inglês, disse o técnico Arsene Wenger.

O atacante, de 26 anos, tem sido o jogador de maior destaque do Arsenal nesta temporada com 18 gols em 32 partidas desde que foi comprado do Barcelona por quase 40 milhões de euros, em julho.

Mas o jogador chileno teve que ser substituído na semana passada, na vitória por 2 a 1 sobre o Leicester City, depois de sofrer uma lesão no joelho. Wenger reconheceu que Sánchez pode estar mostrando sinais de cansaço.

"Não teve a mesma intensidade em seu jogo que tinha mostrado até agora", disse Wenger, cujo time está na quinta posição do campeonato, com 45 pontos em 25 partidas.

"Não estou seguro de que em sua cabeça sinta a liberdade de correr como costumava fazer. Não sei se deve ser o pontapé que recebeu no joelho, mas não foi ele mesmo", afirmou.

"Esteve com o joelho inchado e não podia se mover bem, mas foi só um pontapé, nada mais", acrescentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.