Alfio Basile deixa o cargo de treinador do Boca Juniors

Alfio Basile não é mais técnico do Boca Juniors. O experiente treinador decidiu deixar o cargo depois de ficar seis meses à frente da equipe argentina e não ter conquistado nenhum título.

AE, Agencia Estado

22 de janeiro de 2010 | 13h13

Desgastado com a falta de resultados e sem receber os reforços pedidos, Basile acertou nesta sexta-feira sua saída do clube. A derrota diante do rival River Plate, na última quarta-feira, por 3 a 1, foi a gota da água.

O presidente do clube, Jorge Amor Ameal, demonstrou insatisfação com a decisão de Basile. "Infelizmente acaba de renunciar um homem que fez muito pelo Boca. Ele resolveu deixar a instituição", declarou o dirigente, em entrevista coletiva.

O Boca Juniors será comandado interinamente por Abel Alves, técnico das divisões inferiores do clube, até que um substituto seja encontrado. O nome de Carlos Bianchi, atual dirigente da equipe argentina, foi prontamente descartado pela direção.

Basile havia assumido o cargo de treinador do Boca Juniors em julho. Essa era sua segunda passagem pelo clube. Na primeira, entre 2005 e 2006, ele ganhou cinco títulos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBoca JuniorsAlfio Basile

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.