Sergio Moraes/Reuters
Sergio Moraes/Reuters

Algoz do Cruzeiro em 2009 e ex-Grêmio, 'Gata' Fernández anuncia aposentadoria

Jogador de 36 anos que estava no Estudiantes se despediu do futebol nesta quarta-feira

Redação, Estadão Conteúdo

10 de junho de 2020 | 21h10

Um dos heróis do Estudiantes na conquista da Copa Libertadores em 2009, sobre o Cruzeiro, Gastón Fernández anunciou nesta quarta-feira a sua aposentadoria dos gramados em meio à pandemia do coronavírus. O meia, de 36 anos, vinha defendendo o clube de La Plata e teve uma passagem no futebol brasileiro pelo Grêmio.

"Quero contar que estou muito feliz por esta etapa que está terminando. Tenho a tranquilidade e a paz de ter cumprido o meu sonho, o que me propus em algum momento quando me apaixonei pela bola, quando tinha cinco anos. Tomo essa decisão com nostalgia, mas com alegria", afirmou.

Conhecido pelo apelido "Gata", Fernández estava desde 2017 no Estudiantes. Entre 2008 e 2016, teve outras três passagens pela equipe de La Plata. O seu auge no futebol ocorreu em 2009, quando marcou o primeiro gol do time no triunfo por 2 a 1 sobre o Cruzeiro, no Mineirão, o que garantiu a conquista do título da Libertadores.

"O gol diante do Cruzeiro foi o mais emotivo e o mais comemorado", afirmou, às redes sociais do clube, o meia, que somou 43 gols marcados em 236 partidas disputadas pelo Estudiantes.

Em 2017, Gata Fernández teve passagem apagada pelo Grêmio, com 13 jogos disputados, mas sequer um gol marcado, embora tenha atuado na vitoriosa campanha de conquista do título da Libertadores.

Revelado pelo River Plate, também teve atuou por Racing e San Lorenzo, na Argentina, Monterrey e Tigres, ambos no México, além do Portland Timbers e da Universidad de Chile.

Tudo o que sabemos sobre:
Cruzeiro Esporte Clubefutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.