Oscar Del Pozo/AFP
Oscar Del Pozo/AFP

'Algumas pessoas não acreditavam que eu pudesse estar na elite', diz Suárez

Após ser praticamente dispensado do Barcelona, atacante uruguaio vive boa fase no Atlético de Madrid

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de fevereiro de 2021 | 23h16

Suárez saiu do Barcelona em baixa, após duas temporadas ruins. Contudo, em sua primeira no Atlético de Madrid, o jogador vive boa fase, lidera a artilharia do Campeonato Espanhol com 16 gols e a equipe está no primeiro lugar. Em entrevista à ESPN espanhola, o atacante uruguaio desabafou sobre a situação.

"Eu ainda sinto que estou aproveitando o momento em que estou, na elite do futebol. Estando no Atlético, você está na elite do futebol. Algumas pessoas não acreditavam que eu ainda poderia estar neste nível. Eu ainda tenho o mesmo entusiasmo. Espero que este ano, no próximo, por quantos anos forem, eu continue competindo e dando meu melhor até perceber que fui o mais longe que poderia. Mas ninguém se livrará de mim. Eu decido quando terminei", disse.

Suárez ainda atribuiu parte da boa fase ao novo técnico, Diego Simeone. "Cada treinador tem seu jeito de ser, sua filosofia de futebol. Simeone é um treinador que dá muita confiança aos jogadores, ele faz com que você dê mais do que pensava que poderia. Na preparação para os jogos, ele corrige muitas coisas. Até comigo, na minha idade, ele ainda me corrige e eu certo sem problemas porque ele é o treinador por um motivo. Na minha idade, você pode pensar que sabe tudo, que você fez tudo, mas há detalhes táticos que você precisa aprender. É para isso que existe o técnico", comentou.

"Eu estou gostando muito e fico grato porque tanto a comissão técnica, assim como meus companheiros, acreditam em mim, confiam em mim e isso é algo que se tenta pagar com gols ou o que seja", completou Suárez.

O Atlético de Madrid é o líder do Campeonato Espanhol com 55 pontos, seis a mais que o vice-líder Real Madrid, mas tem um jogo a menos. Na Liga dos Campeões, enfrenta o Chelsea pelas oitavas de final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.