Alianza deve escalar preparador de goleiros no Morumbi

Sem chegar nem perto da quantidade de opções do grupo de jogadores do São Paulo, a equipe do Alianza Lima, do Peru, pode ser obrigada a lançar mão de um inusitado improviso nesta quarta-feira à noite, no Morumbi: utilizar o preparador de goleiros, Francisco Pizarro, no gol da equipe. Isso porque o goleiro titular, Forsyth, e o reserva, Joel Pinto, estão contundidos. Forsyth, em fase final de recuperação de lesão abdominal, tem boas chances de jogar, mas Pinto está fora da partida, o que garante Pizarro pelo menos no banco. ?O Pelusso [Gerardo, técnico do Alianza] vai decidir antes da partida quem joga. Mas treinei bastante e estou concentrado para o jogo, caso precisem de mim?, disse Pizarro. Se entrar em campo, será a segunda partida do preparador nesta Libertadores. Na estréia do time, contra o Necaxa, do México, quando Forsyth se contundiu, Pizarro teve de entrar aos 43 minutos do primeiro tempo. O Alianza perdeu por 2 a 1, mas Pizarro não tomou gol.A uma semana de completar 36 anos, Pizarro resolveu se aposentar no fim do ano passado, quando surgiu a oportunidade de integrar a comissão técnica do atual campeão peruano. Com a falta de goleiros no elenco, porém, ele foi inscrito na Libertadores, até que requisitaram seus serviços como goleiro. ?Aí, passei a treinar novamente. Primeiro dava o treino para os outros goleiros e depois era a minha vez?, contou Pizarro, que no site do clube é identificado apenas como preparador. Já no principal site de torcedores são-paulinos, a notícia foi encarada com ironia. ?Vamos então de Muricy no meio-campo. Ele jogava muito?, brincou um torcedor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.