Andrew Yates/Reuters
Andrew Yates/Reuters

Alisson chega a 20 jogos sem tomar gol no Inglês e iguala recorde do Liverpool

Arqueiro brasileiro empatou marca do espanhol Pepe Reina, realizada em 2006

Redação, Estadão Conteúdo

27 de abril de 2019 | 16h54

Em disputa ponto a ponto pelo título do Campeonato Inglês contra o Manchester City, o goleiro brasileiro Alisson chegou à impressionante marca pessoal de 20 jogos sem tomar gol na competição e igualou o recorde do Liverpool pertencente ao espanhol Pepe Reina, que estabeleceu o feito em 2006. O titular da seleção brasileira festejou o feito neste sábado.

"É muito gratificante porque o Liverpool já teve vários excelentes goleiros ao longo dos anos e estou conseguindo marcar o meu nome na história do clube. O mérito não é somente meu. Se o nosso time toma poucos gols, todo mundo está de parabéns porque a marcação é coletiva", comentou após a goleada do time sobre o Huddersfield Town por 5 a 0, em casa, na última sexta-feira.

Alisson está à frente do brasileiro Ederson, do Manchester City, que tem 18 jogos sem tomar gol na competição. A defesa do Liverpool, que conta com o holandês Virgil van Djik, considerado o melhor zagueiro do mundo nesta temporada, é a menos vazada no Campeonato Inglês com somente 20 gols tomados.

O goleiro da seleção brasileira também elogiou a atuação do time contra o Huddersfield Town e afirmou que o Liverpool vai lutar até o fim pelo título inglês. "Muito importante essa vitória porque demonstramos que seguimos firmes em busca do nosso título", disse Alisson. A vitória recolocou o time na liderança e a torcida agora é por um tropeço do Manchester City, que tem dois pontos a menos, contra o Burnley neste domingo.

Com dois jogos restantes na temporada, o Liverpool está com 91 pontos em 36 rodadas e precisa manter o ritmo para sair com o título. No domingo, 5 de maio, enfrenta o Newcastle, fora de casa, e fecha a sua participação no Campeonato Inglês contra o Wolverhampton, no estádio Anfield Road, em Liverpool, no dia 12 de maio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.