Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Alisson, Kannemann e Geromel são poupados em treino do Grêmio, mas devem enfrentar o CSA

Jogadores foram preservados para evitar desgaste, mas não devem desfalcar o time de Renato Gaúcho

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de novembro de 2019 | 22h59

O meia-atacante Alisson e os zagueiros Walter Kannemann e Pedro Geromel não participaram do treino desta terça-feira, CT Luiz Carvalho, preparatório para o jogo de quinta, contra o CSA, às 21 horas, em Porto Alegre, pela 31.ª rodada. Os dois primeiros correram em volta do campo, enquanto o terceiro fez um trabalho na academia.

O volante Maicon foi outro que fez um trabalho separado do grupo, mas ao final participou da atividade tática. A equipe foi dividida em três times, e um deles sempre ficava do lado externo da demarcação do campo, auxiliando nos corredores. Sem indicativo de time, os atletas precisavam trocar passes com rapidez, criar situações de gol e finalizar.

Escolhidos para a entrevista coletiva, nesta terça-feira, o lateral-direito Léo Moura e o volante Maicon elogiaram a atitude do goleiro Marcelo Lomba, do Internacional, que, na segunda-feira, pediu desculpas pela falta em Luciano, que lhe causou expulsão no Gre-Nal de domingo.

"Mostra a grandeza e o profissional que ele é. Sabe que não foi uma situação legal, não é dele, quem acompanha a carreira vê. Parabéns por reconhecer. O Marcelo é uma grande pessoa. Em campo, nós somos rivais, não somos inimigos. Somos pais de família, trabalhadores, temos a mesma profissão. O que acontece no campo fica. Reconheceu que errou, pediu desculpas. Parabéns para ele e não vai mudar a personalidade dele, o caráter dele. Muito pelo contrário", disse Maicon.

"É uma amigo pessoal, mostra a grandeza do ser humano e profissional que é. Acompanho a carreira do Lomba há muito tempo. Independente de ser rival, fez questão de pedir desculpa, sabe que se pega na jogada poderia acarretar lesão. Mas sabemos que ele não é de fazer isso, desequilibrou um pouco ali. Faz com que as pessoas possam olhar ele do jeito que é, profissional e correto. Repercutiu muito bem o pedido de desculpa, ele sabe que errou e vida que segue", acrescentou Léo Moura, que jogou com Lomba no Flamengo entre os anos de 2006 e 2011.

O técnico Renato Gaúcho define a equipe que vai a campo após o treino desta quarta-feira. Com 50 pontos, caso vença, o tricolor gaúcho poderá alcançar uma vaga no G4, se o São Paulo não vencer o Fluminense na rodada.

Para Entender

Programação de tv

Veja as principais atrações esportivas do dia

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.