Lindsey Parnaby/AFP
Lindsey Parnaby/AFP

Alisson mantém final de 2019 ‘viva na memória' para alcançar bi europeu com o Liverpool

Goleiro foi peça importante no título da Liga dos Campeões sobre o Tottenham e quer levantar mais uma taça com o clube inglês

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de maio de 2022 | 15h55

As imagens da conquista da Liga dos Campeões da temporada 2018/2019, na vitória do Liverpool sobre o Tottenham, ainda estão frescas na mente do goleiro Alisson, mas o sentimento exato de ser campeão do principal torneio europeu não pode ser replicado, a não ser que o título venha de novo. No sábado, o brasileiro terá a chance de alcançar o feito pela segunda vez, na final contra o Real Madrid, marcada para as 16 horas, em Paris.

"Quando você ganha algo, quando você vive um momento especial, você quer fazer isso de novo, você quer viver aquele momento novamente. E agora temos outra oportunidade contra um grande clube, contra um adversário difícil em um lugar especial. É uma grande oportunidade para fazermos história novamente", comentou.

A principal inspiração de Alisson para buscar o título é justamente a conquista de 2019. Ainda que recorde bem da vitória por 2 a 0 sobre o Tottenham, na qual teve uma atuação importante, com ótimas defesas no segundo tempo, o goleiro sempre assiste a vídeos da partida para relembrar o grande momento.

"Estou feliz por termos tantos vídeos e tantas coisas nas redes sociais podem nos trazer memórias e usar isso para lembrar de tudo. Tenho esse jogo vivo em minha mente", afirmou. "Então, estar em uma final da Liga dos Campeões, no grande palco, jogar um jogo muito bom e vencer, isso é algo que sempre estará em minha mente", completou.

Em 2017/2018, temporada anterior à conquista do título, o Liverpool enfrentou o Real Madrid na final e perdeu por 3 a 1. Alisson não cultiva o sentimento de revanche porque ainda era jogador da Roma. Ele lembra, aliás, que deixou a Itália pensando em tudo que poderia conquistar com a camisa do clube inglês.

"Eu vim para este clube para esse tipo de oportunidade - jogar finais, lutar por títulos. Não é garantido que você vai ganhar, mas aqui tenho companheiros que lutam pelo mesmo objetivo. Queremos estar lá, queremos estar jogando por finais, títulos", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.