Oli Scarff/ AFP
Oli Scarff/ AFP

Alisson prevê muitas dificuldades ao Liverpool em confronto decisivo na Áustria

Equipe enfrenta o Red Bull Salzburg na última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões

Redação, Estadão Conteúdo

08 de dezembro de 2019 | 17h18

Depois de conquistar mais uma vitória no Campeonato Inglês e manter a invencibilidade na competição nacional, com a incrível campanha de 46 pontos em 48 possíveis, o Liverpool está focado agora no decisivo duelo contra o Red Bull Salzburg, nesta terça-feira, fora de casa, pela sexta e última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa. Líder do Grupo E com 10 pontos, o clube, atual campeão do torneio continental, garantirá vaga nas oitavas de final com um empate.

Ganhador na última semana do primeiro Troféu Yachin, a Bola de Ouro dos goleiros, prêmio elaborado pela tradicional revista France Football ao principal jogador da posição no mundo, o brasileiro Alisson falou sobre o desafio que a equipe terá na Áustria.

"Comemoramos mais uma vitória na Premier League (Campeonato Inglês), mas agora o nosso foco já está nesse jogo decisivo. O Salzburg vem tendo excelentes campanhas na Áustria e também em competições europeias e é muito forte em casa. Precisamos de mais uma grande atuação para conseguir garantir a nossa vaga para as oitavas da Champions (Liga dos Campeões) e seguir na luta pelo bicampeonato", ressaltou.

Alisson saiu de campo no sábado sem ser vazado mais uma vez e ajudou o Liverpool a vencer o Bournemouth por 3 a 0, fora de casa. O resultado manteve a invencibilidade da equipe comandada pelo técnico alemão Jurgen Klopp. Já são 15 triunfos e um empate em 16 rodadas.

"Estamos vivendo um excelente momento e tivemos mais uma grande atuação coletiva. Todo o time está de parabéns, mas sabemos que a Premier League é uma das competições mais difíceis do mundo e precisamos seguir trabalhando forte para não deixarmos escapar essa boa vantagem. Ano passado, passamos por uma situação similar e não podemos bobear", afirmou Alisson.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.