Daniel Teixeira/ Estadão
Daniel Teixeira/ Estadão

Aliviado, Carille diz que vitória do Corinthians valoriza o seu trabalho

Equipe alvinegra vence o clássico contra o Palmeiras por 1 a 0 e alivia pressão sobre o técnico

Daniel Batista, Estadao Conteudo

23 Fevereiro 2017 | 08h38

Fábio Carille tirou um peso das costas. Ele sabia que uma derrota diante do rival poderia aumentar ainda mais a pressão sobre seu trabalho. Por isso, ele era só alegria após a vitória do Corinthians por 1 a 0 sobre o Palmeiras, quarta-feira, no Itaquerão. Ao final da partida, ele admitiu que o resultado acabou sendo uma conquista pessoal.

"Com certeza valoriza meu trabalho. Saímos muito mais fortalecidos e minha briga agora é manter o ritmo intenso em Mirassol", disse o treinador, lembrando o próximo compromisso do Corinthians, sábado, fora de casa.

Além do resultado, Carille deixou a arena satisfeito com a dedicação da equipe. "Uma felicidade imensa, por ser pouco tempo de trabalho e o time já estar se entregando, dando intensidade. O nosso grupo está forte e são muitos jogadores, então tenho que ser verdadeiro com todos para manter o bom ambiente", explicou.

Em relação ao time, o desfalque de última hora foi o meia Marlone, com virose. Em seu lugar, o treinador apostou em Léo Jabá, e a necessidade de ter que mexer no time acabou sendo usado por Carille como exemplo da necessidade de todos os atletas estarem preparados para serem aproveitados.

"Dá uma felicidade imensa ver tudo isso. Sempre esperamos o melhor e depois você vê que as coisas estão andando bem. Eu preparo todos e, assim como aconteceu com o Moisés (que descobriu horas antes de entrar em campo, que estava suspenso na Copa do Brasil), essa noite foi com o Marlone. Todos têm que estar preparador, pois o que eu quero da minha equipe é intensidade. Talvez no sábado já comecemos a pensar em novas peças para manter o time intenso", projetou.

O elenco corintiano se reapresenta na tarde desta quinta-feira, no CT Joaquim Grava, e inicia os preparativos visando a partida contra o Mirassol, sábado, fora de casa.

Mais conteúdo sobre:
futebol Corinthians Palmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.