Aliviado, Nilmar se diz confiante em defender seleção

O atacante Nilmar está aliviado. A pancada no quadril que sofreu num choque com o zagueiro Felipe, do Coritiba, na quarta-feira, foi apenas um susto. As dores diminuíram e, embora não enfrente o Avaí no domingo, ele sabe que vai se apresentar à seleção brasileira na segunda-feira. A garantia foi dada pelos médicos do Internacional depois dos exames e de um dia de tratamento, nesta quinta-feira.

ELDER OGLIARI, Agencia Estado

28 de maio de 2009 | 18h58

Logo depois da pancada e de cair de mau jeito no gramado do Beira-Rio, Nilmar deixou o campo, aos 36 minutos do primeiro tempo, substituído por Alecsandro. A torcida, que já estava apreensiva com o empate por 1 a 1, ficou preocupada também com a gravidade da lesão do artilheiro. Ao final do jogo comemorou a vitória por 3 a 1. E agora sabe que o atacante não vai interromper sua boa fase, mesmo que a serviço da seleção.

Depois de examinar Nilmar, o médico Luciano Ramires disse que a pancada ainda vai provocar algum desconforto por alguns dias, mas acredita que o atacante poderá voltar aos treinamentos já neste sábado ou domingo.

Ao deixar o Beira-Rio, no final da tarde, Nilmar admitiu ter ficado muito preocupado, pela dor anormal que sentiu na hora da queda. "Mas hoje já deu uma boa melhorada e amanhã [sexta-feira] vai ficar melhor ainda", avaliou. O atacante colorado não criticou seu marcador. "Ele não agiu com deslealdade", reconheceu.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolInternacionalNimarseleção

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.