LINDSEY PARNABY / AFP
LINDSEY PARNABY / AFP

Allan elogia Frank Lampard e exalta Richarlison no Everton: 'Amo esse garoto'

Volante brasileiro comenta chegada de novo técnico no time inglês e enaltece compatriota no ataque da equipe

Redação, Estadão Conteúdo

16 de fevereiro de 2022 | 12h05

A contratação do técnico Frank Lampard há alguns dias, para o lugar do demitido Rafa Benítez, fez bem ao Everton, que cresceu de rendimento nos últimos jogos e com vitórias deixou as últimas colocações do Campeonato Inglês e avançou às oitavas de final da Copa da Inglaterra. O volante brasileiro Allan, ex-Vasco e Napoli, elogiou o começo de trabalho do ex-meia e exaltou seu compatriota Richarlison, um dos destaques do time de Liverpool.

"O professor está aqui há (pouco mais de) uma semana, mas parece mais tempo. Ele já nos mostrou qual é o seu objetivo: jogar com três zagueiros na defesa dá mais opções ao time. Ele acredita que isso será melhor para todo o time e eu também acredito que ter três zagueiros nos ajuda a colocar mais pressão nos adversários quando avançamos. O fato dele ter experiência como meio-campista ajuda muito também", disse Allan em entrevista ao site da Premier League, a empresa que organiza o Campeonato Inglês.

Sobre Richarlison, Allan vê um futuro com muito sucesso para o atacante de 24 anos. "Richarlison? Eu amo esse garoto! Eu o chamo de garoto porque sou um pouco mais velho que ele (o volante tem 31 anos). Ele é muito trabalhador e eu tento transmitir minha experiência à medida que estou mais velho para ajudá-lo e orientá-lo. Tenho certeza que ele fará uma grande carreira aqui no Everton e pela seleção brasileira", afirmou.

Allan também falou sobre o desejo de voltar a ser convocado pela seleção, pois não é chamado pelo técnico Tite desde novembro de 2020. "Sempre mantenho o sonho vivo, conheço minhas habilidades e sei o quanto sou bom. Mas meu objetivo primeiro é jogar bem pelo Everton. Trabalhar duro para que meu time avance e depois as coisas vão acontecer naturalmente. Venho trabalhando duro e se eu jogar bem em nossos jogos, tenho certeza de que a oportunidade na seleção virá", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.