Antonio Calanni/AP
Antonio Calanni/AP

Allegri: 'Balotelli não é mais uma criança'

Treinador do Milan acredita no potencial do jogador, mas sabe que ele precisa melhorar seu comportamento

O Estado de S. Paulo

24 de setembro de 2013 | 11h37

Devido às ofensas proferidas ao árbitro Luca Banti, na derrota do Milan por 2 a 1, para o Napoli, o atacante Mario Balotelli foi expulso e a federação italiana deu ao jogador três jogos de suspensão. Surpreendentemente, a diretoria do clube rossonero não recorreu da decisão. Em entrevista coletiva realizada nesta terça-feira, o técnico Massimiliano Allegri explicou a decisão e fez críticas ao comportamento do seu principal jogador.

"A atitude [de Balotelli] foi errada, os jogadores do Milan não tem que ter esse comportamento. Mario estava errado e isso afetou a equipe, o clube e a torcida e por isso não vamos apelar [na Justiça]. Mas também temos de protegê-lo, ele sofreu muitas faltas contra o Napoli e talvez se fosse outro jogador, todos teriam o vaiado", disse.

Além de não ter seu centroavante titular, o treinador milanista também nao contará com Stephan El Shaarawy e Gianpaolo Pazzini, que se recuperam de lesão. Para o jogo contra o Bologna, na próxima quarta-feira, Allegri podera armar sua equipe com Birsa ou Niang, junto a Alessandro Matri.

O treinador espera que Balotelli possa melhorar seu comportamento dentro de campo. "Mario tem 23 anos e não é mais uma criança. Eu acredito no seu bom senso e na capacidade de entender que esse é um ano importante para a sua carreira. Ele deve ajudar a si próprio e entender que só tem a evoluir, que possui qualidades técnicas ainda não expressas", finalizou Allegri.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.