Marco Bertorello/AFP
Marco Bertorello/AFP

Allegri vê Cristiano Ronaldo 'focado' apesar de acusação de estupro

Técnico da Juventus garante a escalação do português contra a Udinese pelo Campeonato Italiano

Ansa

05 Outubro 2018 | 09h40

O técnico da Juventus, Massimiliano Allegri, defendeu nesta sexta-feira, 5, o craque português Cristiano Ronaldo, que é acusado de ter estuprado uma mulher norte-americana em um hotel de Las Vegas, em 2009.

O comandante de 51 anos afirmou que o atacante "está bem" e vê Cristiano Ronaldo muito "focado" e "sereno".   "Cristiano está bem. Eu o conheço há três meses, mas posso dizer que, nos seus 15 anos de carreira, demonstrou grande profissionalismo e seriedade tanto dentro como fora do campo", declarou Allegri.

De acordo com a revista alemã Der Spiegel, a americana Kathryn Mayorga denunciou que teria sido abusada sexualmente pelo craque português depois de tê-lo conhecido em uma boate em 12 de junho de 2009. A publicação ainda revelou que CR7 teria subornado a vítima com um pagamento de 375 mil dólares (R$ 1,4 milhão) para que o escândalo não se tornasse público. A mulher afirmou que aceitara a quantia por medo de acontecer alguma coisa com ela e sua família.

Apesar da acusação ter vindo à tona, Allegri contou que Cristiano Ronaldo "treinou bem" e que já está concentrado para o jogo contra a Udinese, neste sábado,6, pelo Campeonato Italiano. "É certo que Cristiano Ronaldo esteja protegido, porque é um momento delicado, mas ele está focado em fazer o bem", disse Allegri.

Em meio ao escândalo, o camisa 7 da Juventus negou as acusações e disse, nas redes sociais, que não ressaltaria um "espetáculo midiático montado". Além disso, o atleta declarou que o estupro é um "crime abominável".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.