JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Allianz fecha acordo de naming rights da Arena Palestra

Contrato de R$ 300 milhões tem duração de 20 anos e poderá ser renovado por mais 10

ALINE BRONZATI, Agência Estado

24 Abril 2013 | 11h30

SÃO PAULO - A construtora WTorre e a Allianz Seguros fecharam acordo para que a seguradora tenha o "naming rights" da Arena Palestra, para dar o nome ao novo estádio do Palmeiras. Os detalhes sobre o negócio serão divulgados em entrevista coletiva a ser realizada na próxima segunda-feira.

O contrato fechado tem duração de 20 anos, conforme informações extraoficiais, com a possibilidade de renovação por mais 10 anos, totalizando o período que o estádio ficará sob a administração da construtora - depois, passa ao Palmeiras. O valor do negócio é estimado em R$ 300 milhões.

A negociação entre a Allianz e a WTorre estava em andamento desde o ano passado, mas avançou nas últimas semanas. Também participou da negociação a AEG Wordwilde, empresa de entretenimento. Trata-se do quinto estádio do mundo a receber a marca da Allianz. Além da Arena Palestra, a seguradora já possui o "naming rights" da Allianz Arena, na Alemanha, do Allianz Stadium, na Austrália, do Allianz Park, na Inglaterra, e da Allianz Riviera, na França.

A Allianz Seguros atende cerca de 76 milhões de clientes no mundo em mais de 70 países e conta com mais de 142 mil colaboradores. No Brasil, a seguradora conta com 61 filiais, 1.330 funcionários e o apoio de mais de 14 mil corretores de seguros ativos.

A construção da Arena Palestra está paralisada desde o dia 15 de abril, quando houve um desabamento na obra que provocou a morte do operário Carlos de Jesus, de 34 anos. Atualmente, a previsão é de que o estádio seja inaugurado em fevereiro do ano que vem.

Mais conteúdo sobre:
futebol Palmeiras Arena Palestra Allianz

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.