Allianz negocia compra de direitos para dar nome a estádio do Palmeiras

A Allianz, maior seguradora da Europa, está em negociações para comprar os direitos para dar nome ao novo estádio do Palmeiras, em construção em São Paulo, no que pode ser o primeiro grande acordo de patrocínio de futebol no país, sede da Copa do Mundo em 2014.

Reuters

17 de abril de 2013 | 21h59

A empresa alemã, que atualmente detém os direitos de nomeação de estádios na Alemanha, Austrália, Inglaterra e França, disse em comunicado à Reuters nesta quarta-feira que as negociações com o Grupo WTorre, construtora responsável pelas obras do estádio, estão "em um estágio avançado."

O estádio, que deve ser concluído até o fim deste ano, será a sede de jogos do Palmeiras, assim como de concertos e outros eventos. O rival Corinthians, que está construindo seu próprio estádio, que deve receber o jogo de abertura da Copa do Mundo de 2014, também está à procura de compradores dos direitos de nomeação do local.

Uma porta-voz da Allianz no Brasil se recusou a comentar sobre o tamanho potencial do negócio, dizendo que os termos permanecem em discussão. Segundo a mídia local, a Allianz está oferecendo 300 milhões de reais para ter os direitos de nomeação do estádio do Palmeiras nos próximos 20 anos.

(Reportagem de Guillermo Parra-Bernal)

Tudo o que sabemos sobre:
FUTALLIANZPALMEIRAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.