Amanda Perobelli/Estadão
Amanda Perobelli/Estadão

Allianz Parque é pichado com protestos contra Leila, Borja e Mancha Verde

Torcida do Palmeiras demonstra insatisfação após eliminação no Campeonato Paulista para o São Paulo

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de abril de 2019 | 11h41

O Allianz Parque, estádio do Palmeiras, amanheceu com pichações que continham protestos contra o elenco do time, em especial o atacante Miguel Borja, contra Leila Pereira, presidente da patrocinadora do clube, e contra a torcida organizada Mancha Alviverde.

No último domingo, o Palmeiras foi eliminado pelo São Paulo na semifinal do Campeonato Paulista, após o empate em 0 a 0 persistir na ida e na volta e ser derrotado nos pênaltis por 5 a 4. Dessa forma, os torcedores escreveram os dizeres "elenco pipoqueiro" e "muito $ (dinheiro), pouca obrigação". Também houve pichação dizendo "fora, Borja" - apesar do atacante não ter atuado nos dois jogos contra o tricolor, não fez bons jogos em 2019.

Outra parte do protesto pediu a saída Leila Pereira, presidente da Crefisa e da FAM, empresas que patrocinam o clube. As companhias comandadas por Leila começaram a investir no clube em 2015, gradualmente assumindo maior controle e até contratando jogadores. Leila se tornou conselheira do clube em fevereiro de 2017 e não esconde que pretende se candidatar a presidente do clube nas próximas eleições a serem disputadas, em 2021.

Por fim, as pichações foram feitas pela facção da torcida organizada Mancha Alviverde da zona leste de São Paulo e traziam ofensas à própria entidade. Para quem fez o ato, a torcida se vendeu ao aceitar dinheiro da Crefisa para realizar o desfile da escola de samba no carnaval de São Paulo e nomear a quadra com o nome de Leila e seu marido, José Roberto Lamacchia. Em 2018, a Mancha Verde venceu o carnaval paulistano se aproveitando de R$ 3,42 milhões recebidos da Crefisa, via Lei Rouanet.

Enquanto isso, o Palmeiras tenta se recuperar na temporada em jogo contra o Junior Barranquilla, pela Copa Libertadores. A partida será disputada nesta quarta, no Allianz Parque. Na competição, a equipe alviverde está em segundo lugar no Grupo F com 6 pontos - quatro atrás do San Lorenzo, líder da chave, e dois acima do Melgar, que já se enfrentaram nesta rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.