Altidore treina e está confirmado para encarar a Bélgica

O centroavante norte-americano sofreu uma lesão na coxa esquerda na estreia contra Gana e voltará nesta terça em Salvador

Fernando Faro - enviado especial a Salvador, O Estado de S. Paulo

30 de junho de 2014 | 18h07

Os Estados Unidos terão um importante reforço para a partida contra a Bélgica nesta terça-feira, às 17 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador. O atacante Altidore treinou normalmente e poderá ser escalado no confronto, válido pelas oitavas de final da Copa do Mundo.

Altidore machucou a coxa esquerda logo aos 21 minutos do primeiro tempo do jogo contra Gana, na estreia, e desde então não jogou mais. A única dúvida é se o jogador terá condições de atuar os 90 minutos ou se será aproveitado em apenas parte do confronto.

"Ele está disponível e isso era o que queríamos. Os médicos estavam trabalhando noite e dia com ele e fizeram um tremendo trabalho. As chances dele estar conosco são enormes, mas quantos minutos ele estará disponível é o que saberemos amanhã (terça)", disse o técnico alemão Jurgen Klinsmann, sem confirmar se o atacante começa o jogo.

Caso o treinador o escale desde o início, Clint Dempsey poderá ser novamente recuado para o meio de campo e ocupar a sua posição de origem. Sem Altidore, ele foi deslocado para o ataque e até marcou um gol contra Portugal, mas ficou isolado na frente na derrota para a Alemanha.

"Contra Portugal criamos mais oportunidades porque conseguimos manter a posse de bola. A formação é a cargo do chefe, mas o que for melhor para o time é o que queremos. Seja a formação que for, estaremos confiantes de que podemos vencer", explicou Dempsey.

O vencedor de Estados Unidos e Bélgica encara o ganhador do confronto entre Argentina e Suíça, que acontece às 13 horas no estádio Itaquerão, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.