Ernesto Rodrigues/AE
Ernesto Rodrigues/AE

Alvo de protesto, Souza pede dispensa no Corinthians

Apesar de ter contrato com o clube até dezembro de 2012, atacante dificilmente voltará a vestir a camisa alvinegra

AE, Agência Estado

15 de outubro de 2010 | 19h29

Principal alvo dos protestos realizados pela torcida corintiana nesta sexta-feira no CT do Parque Ecológico, o atacante Souza pediu dispensa até a próxima segunda, o que foi prontamente atendido pelos dirigentes do clube. O futuro dele é incerto, mas dificilmente jogará novamente pelo Corinthians.

 

Veja também:

linkTorcedores do Corinthians protestam

Souza chegou ao Corinthians no começo de 2009, mas nunca conseguiu se firmar no time e ganhar a confiança da torcida. Mas a gota d'água foi o gesto característico da torcida do Flamengo que ele fez durante o jogo contra o Vasco, na última quarta-feira, em São Januário, no Rio.

No protesto desta sexta-feira, os torcedores corintianos levaram faixas que pediam a saída de Souza, junto com outros jogadores do elenco, e que também o chamavam de "flamenguista safado". Assim, o clima ficou complicado para sua permanência, apesar de ter contrato com o clube até dezembro de 2012.

Por causa do pedido de dispensa até segunda-feira, Souza nem participou do treino na tarde desta sexta, quando aconteceu o protesto. Segundo o clube, o atacante ainda protagonizou um fato curioso nesse conturbado dia, ao ter errado o horário e ter aparecido para treinar de manhã.

Apesar do clima ruim e da provável saída do clube, os jogadores do elenco corintiano prometem ficar ao lado de Souza. "Ele ficará fora desse jogo (contra o Guarani, no domingo) para resolver problemas particulares. Se achar melhor voltar, vamos apoiá-lo", discursou o meia Elias.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansSouza

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.