Amanhã é dia do clássico Boca x River

A polícia de Buenos Aires entra em alerta máximo, neste domingo, por conta do clássico entre River Plate e Boca Juniors. Os dois maiores rivais do futebol da Argentina fazem o principal jogo da 14ª rodada do Torneio Abertura, que equivale à primeira parte da temporada de 2002-03. A preocupação, como sempre, é a de evitar brigas entre as torcidas.Mais de 1000 agentes cuidarão da segurança do público que for ao Monumental de Nuñez, o campo do River Plate. A preocupação aumentou depois de incidentes ocorridos no domingo passado, quando parte da torcida do River, irritada porque o time perdia por 5 a 0, tentou atacar fãs do Banfield. A tropa de choque entrou em ação e um rapaz perdeu um olho, ao receber tiro de festim.O duelo sempre atrai atenção, mas desta vez determina o futuro das equipes na competição nacional. O River está em segundo lugar, com 27 pontos - cinco a menos do que o Independiente. O Boca é o terceiro colocado, com 24, e se perder fica fora da briga pelo título, a cinco rodadas do encerramento.Um dos que torcem pelo sucesso do Boca é o técnico uruguaio Óscar Tabárez. Se o time cair diante do rival, é bem provável que fique sem emprego. O chileno Manuel Pellegrini está mais tranqüilo no River Plate.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.