Amante da jogada, Muricy Ramalho é vítima de bola parada da Ponte

Ponte Preta vence jogo com gol de cabeça de Alemão, em jogada trabalhada pela lateral

O Estado de S. Paulo

10 de fevereiro de 2014 | 05h00

SÃO PAULO - A jogada de bola parada tão trabalhada por Muricy para ser uma arma letal do São Paulo foi responsável pela derrota em Campinas. O gol de Alemão, de cabeça, desencadeou uma onda de insatisfação no elenco.

Os jogadores não conseguiram entender o que aconteceu. O atacante da Ponte Preta fugiu da marcação sem muito esforço. “A gente não sabe o porquê disso. Estamos jogando bem, só que isso está acontecendo nos lances capitais. Estamos dando mole”, afirmou o zagueiro Antonio Carlos, que era um dos jogadores que estavam próximos de Alemão na jogada.

“A marcação estava acertada. Eram seis para marcar quatro, mas o rapaz cabeceou sozinho”, lamentou Rogério Ceni, que, no domingo passado, havia levado um gol parecido de Valdivia. Assim como Alemão ontem, o palmeirense apareceu livre na área para marcar de cabeça no clássico.

O capitão criticou ainda o comportamento no segundo tempo. “Infelizmente caímos um pouco de produção. O primeiro foi muito bom, até os 35, 40 minutos foi muito bom, dominamos, mas não conseguimos fazer isso na segunda etapa, ficamos abaixo. Assim, eles tiveram mais chances claras e acabaram vencendo o jogo.”

Paulo Henrique Ganso, que não teve um bom desempenho em sua estreia com a camisa 10, adotou discurso parecido ao do goleiro. “Dominamos o começo do jogo, mas, infelizmente, eles foram lá e conseguiram fazer o gol. Depois, no segundo tempo, o jogo ficou mais equilibrado e eles souberam aproveitar a oportunidade. Fica difícil toda vez ter que correr atrás no placar”, reclamou.

Para o próximo jogo, sábado, diante da Portuguesa, Muricy não terá Rodrigo Caio e Alvaro Pereira, que receberam o terceiro cartão amarelo ontem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.