Ambulantes faturam no Parque São Jorge

Time que está ganhando dá lucro ? muito lucro ? e não é só para a MSI do iraniano Kia Joorabchian. Quem pode confirmar a tese é o ambulante Pedro Vieira, de 72 anos. Ele animou o treino do Corinthians, na manhã de hoje, oferecendo os seus produtos: colares com o símbolo do time, fitas para a cabeça e faixas de campeão, com preços que variavam de R$ 1,00 a R$ 5,00. ?Meu melhor dia foi terça-feira. Vendi tanto que nem sei quanto ganhei?, disse. Vieira entrou de bicão no Parque São Jorge e comercializou seus produtos sem autorização do clube. ?Produzo tudo na minha casa e sou vendedor faz uns 50 anos ? é quase a idade do Corinthians!?, exagerou. Feliz da vida, Vieira estava no clima de comemoração antecipada dos torcedores. Gritava ?Corinthians, Corinthians? e nem se importava com o fato de ser palmeirense. Revelou seu time do coração bem baixinho, pois estava cercado de torcedores que prestigiavam o último treino corintiano antes do jogo contra o Goiás. ?Mas desde quando falar a verdade ofende??, questionou. Disputado debaixo de chuva fina e insistente, o treino no Parque São Jorge foi, mais uma vez,um sucesso de público. Mesmo em um dia de trânsito complicado na cidade e com pontos de alagamento ao longo da Marginal do Tietê, pelo menos 200 pessoas, a maioria crianças e adolescentes, acordaram cedo para acompanhar a leve movimentação do time antes da viagem à Goiânia. Quando os jogadores do Corinthians surgiram no gramado, a gritaria fazia lembrar o público de shows de rock. O mais ovacionado? Carlitos Tevez, é claro. E dá-lhe torcedor correndo ao longo do alambrado com máquinas fotográficas. Era tanta gente circulando pelo Parque São Jorge que a segurança do clube precisou tomar providências. A área próxima da sala de imprensa, local onde os jornalistas acompanham o treino e por onde eventualmente os jogadores passam, foi separada dos torcedores por uma fita de isolamento. ?Estava impossível trabalhar aqui ontem (quinta)?, disse um segurança do Corinthians, sobre o treino que recebeu pelo menos 600 pessoas. As manifestações da torcida durante toda a semana encantaram os jogadores e a comissão técnica corintianas. ?O torcedor do Corinthians é um apaixonado e vem fazendo a sua parte desde o começo do campeonato. Eles nos ajudam muito?, disse o técnico Antônio Lopes. O goleiro Fábio Costa também enaltece os torcedores do time. ?Tenho muita admiração por todos eles. O que eu tenho a falar sobre uma torcida que acaba com 65 mil ingressos em um dia e meio? Sou fã incondicional.?

Agencia Estado,

02 de dezembro de 2005 | 18h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.