Daniel Vides/Noticias Argentinas/AFP
Daniel Vides/Noticias Argentinas/AFP

Ameaça de bomba atrasa em 2 horas início de partida do River na Argentina

O alerta fez com que o estádio fosse evacuado uma hora e meia antes do apito inicial

EFE

29 Janeiro 2018 | 01h27

BUENOS AIRES - Uma ameaça de bomba anunciada através de um telefonema atrasou em duas horas o começo da partida entre River Plate e Huracán no estádio Tomás Adolfo Ducó.

O alerta fez com que o estádio tivesse que ser esvaziado uma hora e meia antes da hora prevista para o apito inicial e sua reprogramação para as 21h10 (horário local, 22h10 em Brasília), depois da inspeção do estádio por parte de um comando antiexplosivos.

+++ Montillo deixa a aposentadoria e acerta com penúltimo colocado do Argentino

"Com certeza foi uma piada de mau gosto de alguém que não gosta do Huracán", declarou à televisão o vice-presidente do clube local, Luis Sasso.

Ao mesmo tempo, tanto o presidente do anfitrião, Alejandro Nadur, como seu colega do River, Rodolfo D'Onofrio, concordaram em esperar o trabalho das forças de segurança e adiar o início do jogo.  O Huracán venceu a partida por 1 a 0.  /EFE

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.