ERIC LALMAND/AP
ERIC LALMAND/AP

Ameaça terrorista faz Bélgica fechar portões em jogo da Liga Europa

Partida entre Bruges e Napoli não terá torcedores

Estadão Conteúdo

24 de novembro de 2015 | 15h21

O prefeito de Bruges, Renaat Landuyt, decidiu nesta terça-feira que a partida entre Bruges e Napoli, pela Liga Europa, na quinta-feira, deverá ser realizada com os portões fechados. No sábado, o órgão do governo belga responsável que cuida da ameaça terrorista colocou a capital Bruxelas no nível 4 de alerta, o mais alto da escala. Bruges fica a 100km de lá.

Inicialmente havia sido divulgado que a torcida do Napoli não poderia entrar em Bruges. Depois, a prefeitura local anunciou que a medida válida para o jogo de quinta-feira é mais restritiva, exigindo que o jogo só seja realizado se com os portões, "por medidas de segurança".

A capital Bruxelas que está praticamente às moscas desde que o governo decidiu restringir a circulação de pessoas, fechando escolas, universidades, centros comerciais e até o funcionamento do metrô. A recomendação é evitar aglomerações diante do risco de um atentado.

No fim de semana, dois jogos do Campeonato Belga foram adiados. Neste sábado, o Lokeren iria receber o Anderlecht, terceiro colocado da tabela. E, no domingo, estava agendado o confronto entre Mouscron-Peruwelz e Charleroi. A federação, contudo, suspendeu as partidas que seriam disputadas nos arredores de Bruxelas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.