Filipe Araújo/Estadão - 18/11/2012
Filipe Araújo/Estadão - 18/11/2012

Ameaçada, Lusa mostra confiança na briga para não cair para a Série B

Técnico Geninho procurou minimizar efeito negativo gerado depois do empate com o Grêmio

AE, Agência Estado

20 de novembro de 2012 | 08h05

SÃO PAULO - Se não deu para a Portuguesa vencer o Grêmio no Canindé, por que não tentar ganhar do Internacional, em pleno Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre? Acreditando que no futebol tudo é possível, o técnico Geninho procurou minimizar o efeito negativo gerado pelo empate com o Grêmio, por 2 a 2, no último domingo, em São Paulo, quando a Lusa chegou a abrir 2 a 0 e poderia ter vencido.

O empate deixou a Lusa no centro da disputa contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. "Eu continuo trabalhando jogo a jogo. Poderíamos ter vencido o Grêmio e não conseguimos, agora temos que lutar, dar o máximo, contra o rival deles", avisou Geninho, priorizando o compromisso com o Inter, domingo, pela 37.ª rodada. Na rodada final, a Lusa vai receber a Ponte Preta no Canindé.

Com 41 pontos, a Portuguesa ocupa a incômoda 16.ª posição no Brasileirão. E está sendo perseguida de perto pelo Sport, que tem 40 e é o primeiro dentro da zona de rebaixamento. Outros clubes também correm risco de queda: o Bahia, com 43 pontos, e o Coritiba e o Náutico, com 45 pontos cada.

Por causa desta situação complicada, só mesmo vencendo os dois últimos jogos é que a Lusa se livraria da queda sem depender de tropeços dos concorrentes. Mas a fase não é boa para o time do Canindé. A vitória é perseguida há oito rodadas: já cinco derrotas e três empates.

PELA VITÓRIA

Para o treinador, porém, a partida contra o Internacional segue com a mesma relevância que tinha antes do empate contra o Grêmio. Fora de casa, Geninho quer a vitória. "O trabalho continua, fosse qual fosse o resultado contra o Grêmio, nós iríamos para Porto Alegre dispostos a vencer o Internacional. Claro que eu preferiria ir com quatro pontos de vantagem para o Bahia, mas o objetivo segue o mesmo", avisou.

O empate diante do Grêmio, pelas circunstâncias, deixou um sentimento ruim na equipe, revelou o técnico Geninho. Ele vai trabalhar este aspecto psicológico a partir desta terça-feira, quando o elenco se apresenta. Dois jogadores importantes cumpriram suspensão no domingo e poderão voltar: o goleiro Dida e o lateral-esquerdo Marcelo Cordeiro.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPortuguesaBrasilerão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.