Ameaçado, Audax perde pênalti e acaba derrotado pelo São Bento em Osasco

Vice-campeão no último ano, time de Osasco tem apenas sete pontos somados

Estadao Conteudo

18 de março de 2017 | 21h02

O São Bento conseguiu uma importante vitória na noite deste sábado na briga contra o rebaixamento do Campeonato Paulista. Jogando no estádio José Liberatti, em Osasco, bateu o Audax por 1 a 0 pela nona rodada e se afastou, pelo menos de forma provisória, da zona da degola. O grande herói foi o goleiro Rodrigo Viana, que defendeu uma penalidade aos 40 minutos do segundo tempo e garantiu a vitória ao time de Sorocaba fora de casa.

Com esse resultado, o São Bento chegou aos 10 pontos, igualado com Santo André e Ituano, mas à frente dos dois times por ter maior número de vitórias: 3 a 2. Já o Audax agora é o primeiro na zona de rebaixamento, com sete.

A proposta de jogo do atual vice-campeão paulista já é conhecida, com toque de bola procurando espaços na marcação. Ciente disso, o São Bento entrou em campo de forma inteligente, com duas linhas de quatro bem compactas, dando espaço ao adversário, mas deixando dois jogadores abertos na frente para puxar o contra-ataque.

Tanto que, nas oportunidades que teve para trabalhar, o São Bento entrou muito espaço no meio campo. Observando a movimentação, o técnico Fernando Diniz fez duas substituições ainda no primeiro tempo, para dar mais consistência ao time. As trocas surtiram efeito e o time da casa passou a dominar a posse de bola.

Com dificuldade para criar, o Audax voltou para o segundo tempo insistindo nas jogadas com Léo Artur. Mas sofreu o gol aos 18 minutos. Ricardo Bueno recebeu em contra-ataque, saiu na velocidade e chutou firme contra Felipe Alves, que nada pôde fazer para evitar o primeiro gol.

Insistindo nas jogadas pelo meio, o Audax não conseguiu encontrar novos espaços e sofria para sair do "feijão com arroz". Quando tentava uma triangulação pecava no último passe e esbarrava novamente nos zagueiros adversários. Foi então que o time de Sorocaba cedeu um pênalti.

Aos 37 minutos, o volante Itaqui entrou na grande área para ajudar na marcação e acabou derrubando Marquinho do Audax. O árbitro, bem posicionado, assinou a penalidade máxima. Na cobrança, Velicka se posicionou e tentou mandar no meio do gol, mas o goleiro Rodrigo Viana conseguiu afastar com o pé direito e derrubou ainda mais o ânimo dos jogadores de Osasco, que não conseguiram criar novas oportunidades.

O São Bento tem parada dura na 10.ª rodada. Jogando no Walter Ribeiro, em Sorocaba, receberá o Santos às 19h30 de quarta-feira, ainda na luta contra o rebaixamento. Já o Audax tem compromisso nesta terça-feira, quando enfrentará o Novorizontino no estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte, às 19 horas.

FICHA TÉCNICA:

AUDAX 0 X 1 SÃO BENTO

AUDAX - Felipe Alves; Francis (Rafinha), André Castro e Velicka; Matheus Vargas, Marmentini (Danielzinho), Bruno Guimarães e Léo Artur; Gabriel Leite (Marquinho), Ytalo e Marcus Vinícius. Técnico: Fernando Diniz.

SÃO BENTO - Rodrigo Viana; Régis, Pitty, Rafael Tavares e Fábio Bahia; Marcelo Cordeiro (Bebeto), Renan Mota, Itaqui e Clebson (Giovanni); Morais (Guilherme Queiroz) e Ricardo Bueno. Técnico: Paulo Roberto Santos.

GOL - Ricardo Bueno, aos 17 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Vinícius Gonçalves Dias Araújo.

CARTÕES AMARELOS - Matheus Varga (Audax); Itaqui (São Bento).

RENDA - R$ 17.540,00.

PÚBLICO - 2.734 pagantes.

LOCAL - Estádio José Liberatti, em Osasco (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
PaulistãofutebolCampeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.