Divulgação / Real Madrid
Divulgação / Real Madrid

Ameaças de expulsão da Liga dos Campeões do presidente da Uefa não abalam Zidane

'Temos direito de jogar a Champions. Trata-se de um assunto que não vou discutir', disse o treinador do clube merengue

Redação, Estadão Conteúdo

23 de abril de 2021 | 11h51

 Zinedine Zidane, técnico do Real Madrid, não se abalou com as ameaças de expulsão da Liga dos Campeões feitas pelo presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, por causa da participação do clube espanhol na criação da Superliga Europeia. "É ilógico e um absurdo. Temos direito de jogar a Champions. Trata-se de um assunto que não vou discutir. Nós vamos nos preparar para jogar a semifinal, está claro", afirmou o francês, referindo-se ao duelo de terça-feira diante do Chelsea, no Alfredo Di Stefano, pelo jogo de ida.

Zidane afirmou não estar preocupado com uma decisão a ser tomada pela Uefa e nem com possíveis represarias fora de campo. "Não tenho nenhuma preocupação, nos preparamos para a disputa do Espanhol e para a semifinal. Foram ditas muitas coisas sobre este assunto, mas o que sei é que vamos jogar contra o Chelsea, pois temos o direito de jogar."

Em entrevista coletiva, o treinador também defendeu o direito de expressão dentro do futebol e não criticou as equipes que foram contra a criação da Superliga. "Cada um pode fazer o que quiser e ter a sua opinião sobre qualquer assunto."

Antes do jogo com o Chelsea, o Real Madrid joga, neste sábado, pela 33ª rodada do Campeonato Espanhol, diante do Bétis. A equipe soma 70 pontos e está em segundo lugar, três pontos atrás do líder Atlético de Madrid. O rival Barcelona é o terceiro, com 68 pontos, mas um jogo a menos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.