América do Sul poderá ter 6 seleções na Copa de 2014, diz Blatter

Fifa diz que fará uma distribuição regional e continental dos participantes do torneio de futebol no Brasil

Efe

23 de novembro de 2010 | 05h01

QUITO - O presidente da Fifa, Joseph Blatter, afirmou nesta segunda-feira que a América do Sul poderá ter até seis seleções na Copa do Mundo de 2014, já que o continente não perderá uma vaga por conta de o anfitrião Brasil se classificar automaticamente.

"Para a Copa do Mundo de 2014, minha proposta ao Comitê Executivo será o que fizemos em 2006 e 2010, uma distribuição regional, continental, com o organizador fora desta cota", disse Blatter, que assegurou que formalizará este pedido na reunião que a Fifa terá em março.

Além do Brasil, com lugar reservado por sediar o Mundial, mais quatro seleções sul-americanas se classificam de forma direta pelas eliminatórias do continente. Já a quinta colocada terá que disputar a última vaga contra um país de outra região.

"Para a Copa de 2014, minha proposição será que a América do Sul receba uma cota de organizador similar à da Europa quando do Mundial da Alemanha ou da África no da África do Sul", explicou Blatter, que participou nesta segunda-feira, em Quito, da inauguração do novo complexo para treinos da seleção do Equador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.