América e Ponte usam a tática do mistério

Empatados na vice-liderança do grupo 1 do Campeonato Paulista, com sete pontos, América e Ponte Preta se enfrentam neste sábado, às 16 horas, no estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto. Quem vencer ficará muito perto de uma das quatro vagas da segunda fase - o São Paulo lidera essa chave, com 13 pontos.Considerando a importância do confronto, o técnico Roberval Davino realizou treinos secretos e optou pelo mistério na escalação do América. No entanto, uma mudança está praticamente confirmada. Na lateral- esquerda, o volante Wellington será improvisado no lugar de Alex Albert. "Assim, melhoraremos a marcação sobre as subidas de André Cunha", justificou o treinador, referindo-se ao lateral-direito da Ponte.A dúvida está no meio-de-campo, já que Luiz Fernando, com uma tendinite, pode ser substituído por Reiger. Lairson, artilheiro do time com três gols, se recuperou de um lesão e ficará no banco. Ele atuou apenas na estréia, na goleada de 5 a 0 sobre o Juventus. O América perdeu seus dois últimos dois jogos, para São Paulo (2 a 0, em Rio Preto) e para a Portuguesa Santista (2 a 1, em Santos). E vai atrás da reabilitação.Na Ponte, o técnico Estevam Soares também deixou algumas dúvidas no ar. Na defesa, o zagueiro Alexandre, ex-Palmeiras, deverá voltar ao time, já que recuperou a forma física. Ele só atuou na estréia contra o São Paulo, mas estava seis quilos acima do peso e precisou fazer um trabalho de condicionamento. Com isso, Rafael Santos deve ser opção no banco. O meia Rafael Ueta, que atuou no ataque no jogo passado, deve ficar no meio-de-campo com a vaga do meia Piá, suspenso pelo terceiro amarelo. Para o ataque, o nome mais cotado é o de Weldon, mas Kléber corre por fora - o outro titular é Anselmo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.