América-MEX fica sem técnico em sua estréia na Libertadores

Treinador argentino Daniel Brailovsky foi demitido um dia antes da estréia da equipe

Efe

19 de fevereiro de 2008 | 14h40

O América do México mandou embora o técnico argentino Daniel Brailovsky um dia antes de sua estréia no grupo 5 da Copa Libertadores, quando receberá o Universidad Católica do Chile no estádio Azteca. A diretoria do América, uma das equipes mais populares do México, confirmou a saída de Brailovsky num comunicado à imprensa. Também foi convocada uma entrevista coletiva para comentar os planos do clube para o futuro.Segundo a imprensa, o argentino Rubén Omar Romano é o favorito para suceder Brailovsky - que perdeu o cargo em razão da má campanha no Torneio Clausura mexicano, em que ocupa a 13.ª posição, dois pontos acima do lanterna.Brailovsky assumiu o América na metade do ano passado e comandou o time em 28 jogos, com 14 vitórias, três empates e sete derrotas. Ele levou o time à Libertadores através da Interliga, torneio classificatório mexicano.

Tudo o que sabemos sobre:
América-MEXCopa Libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.